Bicicultura 2019 traz discussão sobre mobilidade urbana para Maringá

Bicicultura 2019 traz discussão sobre mobilidade urbana para Maringá

Feito para celebrar e impulsionar a cultura da bicicleta como meio de transporte, encontro vai acontecer entre os dias 14 e 17 de novembro, com programação gratuita

A edição 2019 do Bicicultura, maior encontro de mobilidade urbana do Brasil que é organizado pela comunidade cicloativista, vai rolar entre os dias 14 e 17 de novembro em Maringá (PR). A programação envolve atividades como palestras, workshops, exibição de filmes, atrações musicais e rodas de discussão, todas acerca do tema “Cicloativismo, Memória e o Agora”. 

Em sua 5ª edição, essa vai ser a segunda vez que o Bicicultura acontece fora de uma capital. A cidade-sede fica no noroeste do Estado do Paraná e tem pouco mais de 400 mil habitantes (IBGE 2018). A ideia de interiorizar o evento surgiu em 2017, quando o encontro aconteceu em Recife (PE). A sugestão de ter Maringá como sede partiu da Ciclonoroeste (Associação dos Ciclistas do Noroeste do Paraná). 

Segundo Eduardo Simões, cicloativista e membro da associação, o movimento de interiorização é importante já que as cidades de pequeno e médio porte têm necessidades diferentes das grandes capitais, mas também precisam ser incluídas no debate sobre mobilidade urbana. 

“Maringá tem suas especificidades, como toda cidade. Estamos em uma região metropolitana que é composta de cidades consideradas pequenas no entorno e poucas delas são conurbadas. Além disso, temos uma qualidade de vida considerada acima da média no Brasil, o que necessita manutenção constante. Ou seja, é urgente pensarmos em políticas de mobilidade urbana para nossa cidade. Isso pode servir de modelo para outros municípios também, ampliando a discussão para que todos e todas possam fazer um uso democrático do espaço público“, explica ele.

Cicloativismo, Memória e o Agora

O tema escolhido para o Bicicultura 2019 resgata a importância da preservação da história dos movimentos sociais. Nessa proposta, o evento convida os ciclistas a resgatarem e compartilharem suas próprias vivências.

O Bicicultura é pensado para ser um espaço de convívio, compartilhamento de conhecimento e formação de alianças entre ciclistas, cicloativistas e interessados, de todos os setores sociais. O encontro também tem o objetivo de aprofundar as discussões políticas, tecnológicas, culturais e econômicas em relação ao uso da bike.

Em Maringá, nos quatro dias de atividades, o encontro vai receber pessoas de todo o país para a elaborar, de forma conjunta, agendas comuns sobre o uso da bike, além de fortalecer e qualificar ações de cicloativismo locais.

O evento é idealizado pela União de Ciclistas do Brasil (UCB). Em Maringá, está sendo organizado pela Ciclonoroeste com apoio da Associação Cultural Céu de Capricórnio,UFPR, Revista ciclotur, Bicicletaria Cultura de Curitiba, CicloIguaçu , da UEM (Universidade Estadual de Maringá), da Prefeitura Municipal de Maringá, da Circular Cultural, Mundo Livre FM e do grupo de discussão BR Cidades, da UEM.

“É um evento de escala nacional, que é importante porque reúne os cicloativistas com várias entidades. Então, é uma rede de colaboração. São vários grupos fazendo o evento, com a ideia de discutir o direito à cidade, a cultura da bike e, sobretudo, a bicicleta e os outros meios de transporte ativos de forma geral”, explica Eduardo Simões.

Voluntariado

O Bicicultura é todo organizado por voluntários e quem tiver interesse em colaborar de alguma forma, pode fazer a inscrição no site do evento.

Uma das formas de colaborar é oferecendo hospedagem solidária para os participantes que virão de todo o Brasil. Mais do que oferecer a hospedagem, a proposta desse modelo é promover a integração.

A ideia é estabelecer novos vínculos entre os ciclistas, cicloativistas e interessados no tema, expandindo e fortalecendo ainda mais a discussão sobre a mobilidade e ocupação urbana.

A hospedagem solidária é parte fundamental para que o evento aconteça e reúna pessoas de todo o país. Tanto os interessados em serem anfitriões voluntários, quanto quem pretende vir à cidade para o encontro e procura por hospedagem, podem fazer a inscrição pelo site do evento.

Programação

Um dos destaques da programação vai ser o Desafio Intermodal, que consiste em um teste feito para comparar a eficiência de diversos modais de transporte com a bike. Para isso, os modais “desafiantes” saem todos juntos de um local em direção a um destino comum. 

A palestra de abertura vai contar com a presença do deputado estadual Goura Nataraj, que é cicloativista e defensor de políticas de mobilidade urbana com foco nas bicicletas. Também vai rolar uma palestra com a pesquisadora da USP (Universidade de São Paulo) Letícia Lindenberg Lemos, que relaciona a discussão de mobilidade urbana aos debates sobre igualdade de gênero. 

No sábado tem lançamento do filme  “Afuá, a Cidade das Bicicletas”, da cineasta, fotógrafa e cicloativista Renata Falzoni. O filme conta a história da cidade paraense de Afuá que foi construída sobre plataformas de palafitas, tem pouco mais de 30 mil habitantes e a bicicleta como principal meio de transporte. 

Na mesma noite, também haverá exibição do documentário “Vou de Bike: Mobilidade Urbana e o Direito à Cidade em Maringá”. Produzido pela Circular Cultural, o filme acompanha ciclistas e cicloativistas para analisar o cenário e as perspectivas da mobilidade urbana na cidade. 

 

Confira a programação completa:

14 de novembro (Quinta-feira)

  • 16h40 – Pedalada
    Trajeto: Prefeitura Municipal – UEM (Universidade Estadual de Maringá)
  • 17h – Cerimônia de Abertura
    Local: Auditório Dacese (UEM)
  • 18h – Desafio Intermodal
  • 19h – Palestra de Abertura: Goura Narataj e Glaucia Pereira
    Local: Auditório Dacese (UEM)
  • 20h – Shows com as bandas Anamorfos (Maringá e Real Coletivo Dub (Curitiba)
  • 21h30 – Happy Hour
    Local: Tap 8 (Av. Herval, 128)

 

15 de novembro (Sexta-feira)

  • 8h50 – Bicicletada | Cortejo Cênico Divercicleta

  • 11h30-12h30 – Manifestação Bicicultural
    Local: Vila Olímpica
  • 14h30 – Apresentação dos trabalhos inscritos, rodas de conversa, oficinas, minicursos e atividades culturais
    Local: PEC (Pró-Reitoria de Extensão e Cultural) e Mubi (Museu Interdisciplinar do Meio Ambiente)
  • 19h – Palestra magna: Letícia Lindenberg, Beatriz Fleury e Heloisa Cizeski
    Local: Auditório Dacese (UEM)
  • 20h30 – Happy Hour
    Local: Éden Beer (Av. Lagura, 1520)

 

16 de novembro

  • 8h – Pedalada com a Semob (Secretaria de Mobilidade Urbana)

  • 9h30-12h30 – Apresentação dos trabalhos inscritos, rodas de conversa, oficinas, minicursos e atividades culturais
    Local: PEC (Pró-Reitoria de Extensão e Cultural) e Mubi (Museu Interdisciplinar do Meio Ambiente)
  • 14h30 – Apresentação dos trabalhos inscritos, rodas de conversa, oficinas, minicursos e atividades culturais
    Local: PEC (Pró-Reitoria de Extensão e Cultural) e Mubi (Museu Interdisciplinar do Meio Ambiente)
  • 17h – Lançamento do Filme: “Afuá, a Cidade das Bicicletas” (Renata Falzoni, 2019)

  • 18h – Exibição do filme: “Vou de Bike: Mobilidade Urbana e o Direito à Cidade em Maringá” (Circular Cultural, 2019)

  • 19h30 – Palestra magna: Renata Falzoni e Luciano Pagliarini
    “Do Cicloativismo ao Esporte: uma união necessária”
    Local: Auditório Dacese (UEM)
  • 21h – Happy Hour
    Local: Atari Bar (Av. Prudente de Moraes, 945)

 

17 de novembro

  • 9h30-12h – Assembleia da UCB (União de Ciclistas do Brasil)
    Local: Auditório Ney Marques – Bloco D03, UEM)
  • 14h – Plenária do evento Bicicultura 2019: “Cicloativismo, Memória e o Agora”

 

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Notícias

Magias do Ingá será lançado nesta sexta-feira, no Maringá Park

O lançamento da 4ª edição do Festival Internacional de Ilusionismo e Mágica – Magias do Ingá 2019 será nesta sexta-feira (12), às 19 horas, no Maringá Park Shopping Center. O

Destaque

Prêmio Paraná de Literatura 2017

Terminam em 31 de agosto as inscrições para o Prêmio Paraná de Literatura 2017, realizado pela Biblioteca Pública do Paraná. Serão selecionados livros inéditos em três categorias: Romance (prêmio Manoel Carlos Karam),

Local

Coletânea de textos teatrais será lançada neste domingo

Patrocinados pelo Prêmio Aniceto Matti, livros serão distribuídos gratuitamente Neste domingo, dia 30, a atriz, diretora e professora Larissa Marega promove o lançamento da coletânea “Para ler o teatro”, projeto