Ministério da Cidadania divulga inscrições habilitadas no Prêmio Culturas Populares

Ministério da Cidadania divulga inscrições habilitadas no Prêmio Culturas Populares

Vão concorrer aos 250 prêmios, de R$ 20 mil, 1.345 mestres e 312 pessoas jurídicas de todas as regiões do Brasil. Nordeste concentrou a maior parte dos inscritos

O Ministério da Cidadania divulgou nesta segunda-feira (9), no Diário Oficial da União, a lista de inscrições habilitadas a participar do Prêmio Culturas Populares 2019 – Edição Teixeirinha. Este ano, serão destinados R$ 5 milhões para 250 iniciativas que visam fortalecer e dar visibilidade a atividades da cultura popular e tradicional de todo o Brasil. Cada um dos premiados vai receber R$ 20 mil.

Confira a relação de habilitados e inabilitados

Para a diretora de Promoção da Diversidade Cultural da Secretaria Especial da Cultura do Ministério da Cidadania, Renata de Medeiros, a edição surpreendeu pelo número de iniciativas inscritas. “O edital de Culturas Populares 2019 – Edição Teixeirinha, mais uma vez foi um sucesso. Em tão pouco tempo de inscrições, conseguimos alcançar um número expressivo de inscrições, que contemplam toda a diversidade de todas as regiões do nosso Brasil. O próximo passo será avaliar essas iniciativas habilitadas e conceder o reconhecimento e a premiação dessa riqueza de expressões culturais que nós temos nesse País”, afirma.

No total, foram habilitadas 1.345 inscrições de mestres e mestras de cultura popular e 312 de pessoas jurídicas sem fins lucrativos com finalidade ou natureza cultural. A Região Nordeste concentrou a maior parte dos inscritos: 594 mestres e 128 organizações. Na sequência vieram o Sudeste (382/97), o Norte (209/24), o Sul (96/38) e o Centro-Oeste (64/25).

Os candidatos com inscrições inabilitadas podem recorrer à Comissão Técnica de Habilitação, no prazo de cinco dias corridos, a partir desta segunda-feira (9), de acordo com os passos abaixo:

1: Acesse o endereço http://cidadania.gov.br e escolha a opção “Fale Conosco”.

2: Acesse a Central de Relacionamento, clique no campo Formulário Eletrônico e registre sua manifestação.

3: Acesse o campo: Solicitação e selecione o assunto: Recurso-Edital PCP 2019 – Teixeirinha.

4: No campo “Informe o assunto” escreva: Recurso-Edital PCP 2019 – Teixeirinha.

5: Informe o seu perfil: Não beneficiário. Em seguida preencha o formulário.

6: Anexe o formulário próprio do pedido de reconsideração, que deverá estar devidamente assinado de próprio punho.

7: Clique em ENVIAR.

8: Anote o seu número de protocolo e aguarde o e-mail de confirmação.

Sobre o Prêmio Culturas Populares

Na edição de 2019, os prêmios estão divididos em 150 iniciativas de mestres e mestras (pessoas físicas); 90 iniciativas de pessoas jurídicas sem fins lucrativos com finalidade ou natureza cultural expressa em seu estatuto, já reconhecidas como Pontos de Cultura ou cadastradas na Plataforma Rede Cultura Viva; e 10 inciativas de pessoas jurídicas sem fins lucrativos com finalidade ou natureza cultural expressa em seu estatuto, já reconhecidas como Pontos de Cultura ou cadastradas na Plataforma Rede Cultura Viva e que comprovem ações em acessibilidade cultural.

A cada ano, o Prêmio Culturas Populares homenageia um expoente da cultura popular brasileira. Este ano, o homenageado é o cantor, compositor e ator gaúcho Vitor Mateus Teixeira, o Teixeirinha, falecido em 1985, aos 58 anos. Natural de Rolante (RS), Teixeirinha nasceu em 1927, ficou órfão aos nove anos e foi morar com parentes que não tinham condições de sustentá-lo. Para sobreviver, fez um pouco de tudo antes de se revelar grande artista. Ainda menino, carregou malas em portas de pensões, entregou marmitas e vendeu jornais e doces como ambulante.

A carreira de cantor teve início nas rádios das cidades do interior do Rio Grande do Sul, como Lajeado, Estrela e Rio Pardo. Apesar de nunca ter cursado aulas de música ou canto, contava com seus dons naturais – a bela voz e a improvisação – que fizeram com que se tornasse um exímio repentista. Carismático, escrevia canções simples que tocavam o público. Seu acervo, que reúne mais de 1.200 canções lançadas em cerca de 70 discos, atualmente é preservado pela Fundação Victor Mateus Teixeira.

 

Assessoria de Comunicação – Ministério da Cidadania

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Artigo

Como “O Menino e o Mundo” chegou ao Oscar

POR SABRINA NUDELIMAN WAGON, ESPECIAL PARA TELA VIVA NEWS Num ano difícil para a economia do Brasil em diferentes setores e indústrias, um longa de animação traz uma grande alegria

Artigo

Em roda de conversa, ministro critica possível fusão do MinC

Em meio a um cenário político incerto e conturbado, dirigentes do Ministério da Cultura (MinC) promoveram uma roda de conversa em que defenderam a permanência do MinC e debateram asrecém-anunciadas

Nacional

MinC anuncia investimentos de quase R$ 9 milhões nas áreas de literatura, bibliotecas e museus

O ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, lançou, nesta terça-feira (3), o Programa Leitura Gera Futuro (#leituragerafuturo), que prevê investimento de R$ 6 milhões em três editais, voltados para a