Bicicultura 2019 recebe inscrições de atividades até 30 de setembro

Bicicultura 2019 recebe inscrições de atividades até 30 de setembro

Maior evento de cicloativismo do país vai ser realizado em Maringá (PR), de 14 a 17 de novembro. A programação é colaborativa e está com as inscrições abertas

Em novembro, Maringá vai sediar — pela primeira vez — o maior evento de cicloativismo do Brasil: o Bicicultura – Encontro Brasileiro de Mobilidade por Bicicleta e Cicloativismo. Feito para celebrar e impulsionar a cultura da bicicleta como meio de transporte, o evento vai ser realizado entre os dias 14 e 17 de novembro.

Com o tema “Cicloativismo, Memória e o Agora”, o Bicicultura 2019 resgata a importância da preservação da história dos movimentos sociais. Nessa proposta, o evento convida os ciclistas a resgatarem e compartilharem suas próprias vivências.

O evento é um encontro anual, organizado pela União de Ciclistas do Brasil (UCB). Em Maringá, a organização é também da Ciclonoroeste (Associação dos Ciclistas do Noroeste do Paraná) e da Associação Cultural Céu de Capricórnio.

De acordo com Eduardo Simões, membro de Ciclonoroeste e um dos voluntários na organização, essa é primeira vez que o evento Bicicultura acontece fora de uma capital, o que representa uma grande conquista para Maringá.

“É um evento em escala nacional, que é importante porque reúne os cicloativistas com várias entidades, como a universidade, o grupo BR Cidades e a prefeitura de Maringá. Então, é uma rede de colaboração. São vários grupos fazendo o evento, com a ideia de discutir o direito à cidade, a cultura da bike e, sobretudo, a bicicleta e os outros meios de transporte ativos de forma geral”, explica Eduardo.

Programação

A programação do Bicicultura é feita de forma colaborativa e qualquer pessoa pode inscrever sua proposta de atividade até o dia 30 de setembro.

O evento aceita  ações como atividades culturais, esportivas, oficinas, apresentação de projetos, rodas de conversa, trabalhos acadêmicos e filmes, com os temas:

  • Cicloativismo
  • Memória
  • Saúde
  • Políticas públicas e Infra Estrutura
  • Meio Ambiente / Sustentabilidade
  • Economia
  • Esporte
  • Turismo
  • Arte
  • Gênero
  • Educação e pesquisa

Bicicultura 2019

O Bicicultura  é pensado para ser um espaço de convívio, compartilhamento de conhecimento e formação de alianças entre ciclistas, cicloativistas e interessados, de todos os setores sociais. O evento também tem o objetivo de aprofundar as discussões políticas, tecnológicas, culturais e econômicas em relação ao uso da bike.

Em Maringá, nos quatro dias de atividades, o Bicicultura vai receber pessoas de todo o país para a elaborar, de forma conjunta, agendas comuns sobre o uso da bike, além de fortalecer e qualificar ações de cicloativismo locais.

O Bicicultura também está em busca de hospedagem solidária para receber visitantes. Quem tiver interesse em colaborar, pode se cadastrar como anfitrião. Para os que querem vir até Maringá participar do evento e buscam lugar para se hospedar, é possível fazer o cadastro como hóspede.

 

Serviço

Bicicultura 2019 – https://bicicultura.org.br/

14 a 17 de Novembro

Link para inscrição de projetos (até 30/09): http://tiny.cc/btcbdz

Facebook: facebook.com/bicicultura.brasil

Instagram:instagram.com/biciculturabr

 

 

 

 

 

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Local

Prefeitura lança calendário dos 70 anos de Maringá

O prefeito Ulisses Maia realizou nesta terça, 2, o lançamento do calendário de comemoração dos 70 anos de Maringá que contará com inaugurações, lançamentos de programas e a Semana da

Formação

Universo da cultura pop inspira espetáculo e oficina de dança

Nos próximos dias 16, 17 e 18 de maio acontece a segunda etapa do ProjecT.aTo – a dança como ato, projeto de Maria Glória P. Borges e Alexandra Delgado, contemplado

Notícias

Hotel de ‘O Iluminado’ pode se tornar o primeiro museu de filmes de terror do mundo

A região de Estes Park, no Colorado, EUA, pode abrigar em breve o primeiro museu do mundo totalmente dedicado a filmes de terror. O projeto terá sede em um local icônico