Espetáculo teatral para ser ouvido estreia em Maringá dia 2 de agosto

Espetáculo teatral para ser ouvido estreia em Maringá dia 2 de agosto

Ao contrário do que todos estamos acostumados, no dia 2 de agosto estreia em Maringá uma experiência teatral que não foi feita para ser vista, mas sim para ser ouvida: “Entrensejos” é o primeiro espetáculo do projeto Akousma, uma parceria entre Vanderlei Junior e a Forféu Produções Artísticas, viabilizado pelo Prêmio Aniceto Matti e cumpre temporada de seis apresentações no Arena das Artes e no Teatro Barracão.

Trata-se de um projeto de investigação da dramaturgia do som – entendendo aqui o som, o ruído e também o silêncio – como material criativo para ações cênicas. A ideia surgiu a partir de um estudo teórico-prático sobre a Era do Rádio, os fenômenos do radioteatro e da radionovela no país, entre as décadas dos anos 30 e 60, relacionando-os com a música eletroacústica e a espacialização do som executado ao vivo. O resultado é um espetáculo para público reduzido, que se propõe a romper com a estrutura tradicional do teatro, propondo um exercício de escuta.

“Subverter o óbvio num espetáculo de teatro, ou seja, não ver nada, é uma forma de frear a aceleração que temos vivido no dia a dia. As pessoas videntes e ouvintes, quando ficam sem a visão, acabam ativando os outros sentidos e com isso, nós nos obrigamos a estar presentes, no aqui e no agora”, explica o ator e dramaturgo Vanderlei Junior.

Livremente inspirado no personagem Seu Nicolau, criado por Frei Beto no livro “Alucinado Som de Tuba”, o tema abordado é a memória. Seu Nicolau conta suas memórias por meio do som, para serem ouvidas por quem quiser. No espetáculo, por alguns instantes os espectadores são convidados a ter seus olhos vendados para experimentar um espetáculo sonoro. “Ainda são poucos os trabalhos feitos fora da estrutura do palco italiano e, até então, a dramaturgia do som e a sonoplastia nunca foram colocadas como personagens principais na cena maringaense”, comenta Vanderlei.

Sinopse: “Quantas memórias cabem entre os “tic tac’s” de um relógio? Já fechou seus olhos para ouvi-las? Seu Nicolau ficou sozinho. Ainda espera por Ana. Restaram-lhe seus três maiores sonhos, seus netos, e uma sala repleta de relógios, incapazes de contar um tempo que já passou. O que é que estás a ouvir?”

Entrensejos quer nos alertar sobre viver o tempo presente e estar por inteiro para escutar o que está no entorno de nós mesmos, entender que o som tem algo para dizer além do óbvio.

O elenco é formado por Bárbara Bittencourt, Eduardo Carvalho, Kemmy Yot e Vanderlei Junior, também responsáveis pela direção.

 

Ficha Técnica do espetáculo

Elenco: Bárbara Bittencourt, Eduardo Carvalho, Kemmy Yot e Vanderlei Junior

Dramaturgia: Vanderlei Junior

Direção: o elenco

Produção musical: Eduardo Carvalho

Acessórios: Estela Moreira

Assessoria de Imprensa: 2 Coelhos Comunicação e Cultura

Fotografia: Carla Guizelini

Vídeo e Teaser: Circular Cultural

Realização: Cia Forféu

Produção: Vanderlei Junior

Identidade Visual: Coletivo Flip

 

SERVIÇO

Projeto AKOUSMA apresenta ENTRENSEJOS

Dias 2, 3, 4 e 7 de agosto na Arena das Artes

Dias 10 e 11 de agosto no Teatro Barracão

Sempre às 20h30

Classificação: 12 anos

Duração: 60 minutos

Entrada gratuita

Retirar ingressos 1 hora antes da apresentação, na bilheteria do local

Capacidade de público: 60 pessoas

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Prêmios e Editais

Ancine divulga calendário de financiamento 2016/2017

A Ancine disponibilizou o Calendário de Financiamento para o biênio 2016/2017, que traz as datas previstas para a abertura e divulgação de resultados das chamadas públicas do Programa Brasil de Todas as

Local

Maringá recebe Vernissage e Exposição de Odilla Mestriner

Projeto visa homenagear os 10 anos da morte da artista paulista Odilla Mestriner foi uma renomada artista plástica brasileira, pouco conhecida no meio maringaense. Durante sua exímia trajetória, participou de

Nacional

Dívida da Funarte no valor de R$ 20 mi em editais será paga

A Fundação Nacional de Artes (Funarte), entidade vinculada ao Ministério da Cultura (MinC), conseguirá quitar restos a pagar referentes a 2014 e 2015, com a ampliação financeira acordada com o