Espetáculo de dança contemporânea investiga o ato da respiração
6 de junho de 2019 105 Visualizações

Espetáculo de dança contemporânea investiga o ato da respiração

“Fôlego”, espetáculo de dança contemporânea, estreia no próximo dia 14 no Teatro Reviver. A obra investiga a respiração humana, ato aparentemente simples e banal, mas que é o fio condutor da vida, primeiro e último ato constituinte do ser humano.

Durante 50 minutos o elenco formado por André Miranda, Barbara Bittencourt, Leonardo Fabiano e Ludmila Castanheira explora como a respiração, ou a falta dela, pode mover o corpo. O limite dos corpos, diferentes entre si, é o que cria a poética regente do trabalho.

A ideia de um espetáculo que tivesse como base e propulsor criativo a respiração e suas manifestações no corpo vem desde o processo de finalização do espetáculo ‘Trauma’, primeiro trabalho da CED – Cia Experimental de Dança. O diretor e coreógrafo André Miranda queria estudar como a respiração, diariamente, pode reverberar no corpo de quem dança, ou até mesmo como a falta e/ou a presença de obstáculos respiratórios pode dialogar e se tornar dança.

“Todo o processo foi feito através de laboratórios e pesquisas em cima de respiração. São exercícios feitos com o elenco complicando o fato de respirar, buscando ora a respiração só oral, ora só nasal ou por apneia, entre outras formas da pluralidades de se respirar”, explica Miranda.

Assim constituiu-se o trabalho: por meio da acentuação e da privação da respiração. Há por exemplo uma esteira que funciona durante todo o espetáculo e a cada momento é utilizada por uma pessoa diferente do elenco. O elenco buscou preparação física complementar durante o processo de criação da montagem.

“Para o público preparamos um lugar especial: o de espectador não passivo. Muito pelo contrário, o público pode ir preparado para muitos momentos de interação e composições conjuntas”, comenta o ator e produtor Leonardo Fabiano, que também é o proponente do projeto, um dos contemplados pelo Prêmio Aniceto Matti 2018.

 

Ficha Técnica

Direção e Coreografias: André Miranda

Elenco: André Miranda, Bárbara Bittencourt, Leonardo Fabiano e Ludmila Castanheira

Figurinos (concepção): Ludmila Castanheira

Figurinos (confecção): Sherida Machado

Iluminação: Candelabro Produção Cênica

Trilha original: Nicholas Emmanuel

Cenário (concepção): André Miranda e Leonardo Fabiano

Cenário (confecção): Estela Moreira

Produção: Leonardo Fabiano

Arte Gráfica: Sidnei Puziol

Assessoria de Imprensa: 2 Coelhos Comunicação e Cultura

Fotografia e Vídeo: Circular Cultural

 

Duração: 50min

Classificação: 16 anos

 

Serviço

Espetáculo “Fôlego”

Apresentações dias 14, 15, 20, 21, 27 e 28 de junho

Sempre no teatro Reviver, às 20h30.

Entrada gratuita.

 

Projeto contemplado pelo Prêmio Aniceto Matti. O “Prêmio Aniceto Matti de Incentivo à Cultura” é uma iniciativa da Prefeitura Municipal de Maringá, por meio da Secretaria Municipal de Cultura.

 

 

 

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Notícias

Resultado anual do ICI mantém média dos últimos três anos

Entidade divulga valores em captação de recursos via Lei Rouanet em 2018 Com uma grande quantidade de projetos apoiados no portfólio, o Instituto Cultural Ingá soma bons resultados em captação

Local

Dor e Mudança: a cultura da vitimização

Em Maringá, palestra aborda de forma filosófica e histórica a percepção da dor para o ser humano Luiz Felipe Pondé é filósofo, escritor e ensaísta, pós-doutorado em epistemologia pela Universidade

Notícias

Palestra “Projetos Culturais: do que se trata?” encerra formações técnicas do ICI em 2017

Ao todo, mais de 2.000 pessoas participaram dos projetos formativos da entidade neste ano O ano nem sequer acabou e já é possível prever o balanço das formações técnicas fomentadas