Monja Coen traz ensinamentos sobre equilíbrio e felicidade para Maringá

Monja Coen traz ensinamentos sobre equilíbrio e felicidade para Maringá

O objetivo da ação é levar mensagem de Buda as pessoas fora dos grandes centros

 Organizado pela Daruma Assessoria e Comunicação, a palestra “Como encontrar o equilíbrio e felicidade em meio às adversidades” será ministrada no Fashion Hall no dia 26/04 (sexta-feira), às 20h. O encontro será encabeçado pela Monja mais admirada no Brasil atualmente: Monja Coen Roshi.

Coen é reconhecida pela participação em encontros educacionais, culturais e inter-religiosos, com o objetivo de divulgação do princípio da não-violência e a criação de uma cultura de paz, justiça, cura da Terra e de todos os seres vivos.

Atualmente é missionária oficial da Tradição Sotoshu de Zen Budismo, com sede no Japão. Foi, em 1997, a primeira mulher e primeira pessoa de origem não-japonesa a assumir a presidência da Federação das Seitas Budistas do Brasil, por um ano.

De acordo Leonardo Mendes Ferreira, monge Budista e responsável pelas palestras da Monja Coen no Estado do Paraná, o objetivo da ação é divulgar que todas as pessoas, independente do momento que estiverem passando, podem encontrar um contentamento com a própria existência. “A ideia é levar a mensagem de Buda as pessoas fora dos grandes centros”, enfatiza.

Convites

Os convites estão à venda no site Disk Ingressos a R$ 60,00 (meia entrada) e R$ 120,00 (inteira). Para obter o desconto de meia entrada, o interessado tem diversas opções, que passam desde a doação de 1 Kg de alimento não perecível – no dia do evento -, apresentar carteirinha de estudante ou de doador de sangue (vide listagem completa no site).

Parte do valor arrecadado será doado a templos budistas. Após a palestra, Monja Coen realizará uma sessão de autógrafos. O evento conta com o apoio da ABRH PR Noroeste e Instituto Cultural Ingá (ICI).

 

Para garantir o seu ingresso, basta clicar no link abaixo:

https://goo.gl/NjWWru

 

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Notícias

O Brasil perde Tunga, o primeiro contemporâneo a expor no Louvre

Antonio José de Barros Carvalho e Mello Mourão, conhecido como Tunga, faleceu nesta segunda-feira, dia 6,  aos 64 anos, no Rio de Janeiro, vítima de câncer. Considerado um dos maiores nomes

Notícias

MinC lança três editais para filmes de baixo orçamento

Como parte do Programa Brasil de Todas as Telas – Ano 2, a Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura (SAv/MinC) lançou três editais para a realização de 22 filmes

Nacional

“Yamandú Costa é um Caravaggio do sete-cordas”

ARTHUR NESTROVSKI ARTICULISTA DA FOLHA Lá pela quarta música, a gente começa a achar tudo aquilo normal. Mas não é: só Yamandú toca esse instrumento, que ainda não tem nome.