Projeto com duo de canto e piano se encerra em Maringá

Projeto com duo de canto e piano se encerra em Maringá

No próximo dia 27 se encerra em Maringá uma série de cinco apresentações do projeto “O Nordeste pela ótica da canção lírica brasileira”, com o barítono John de Castro e a pianista Cíntia Ruivo. O espetáculo, que tem patrocínio da Viapar e o fomento à cultura do Instituto Cultural Ingá, foi visto gratuitamente em Sarandi, Mandaguaçu e Paiçandu e faz a última apresentação em Maringá na Casa de Cultura do Jardim Alvorada.

O repertório é formado por canções de Oswaldo de Souza (1904-1995), compositor natural do Rio Grande do Norte. O Nordeste brasileiro será apresentado por meio de canções que versam sobre três ambientes geográficos: o sertão, o litoral e a cidade, buscando retratar o realismo e o imaginário da vida sertaneja, mas também seus mitos e lendas.

A ideia é aproximar o público em geral do canto lírico e da canção de câmara brasileira de cunho regionalista, ambas pouco divulgadas na grande mídia, além de apresentar a riqueza da diversidade cultural nordestina, interagindo as canções com a declamação de cordéis e a projeção de xilogravuras. Para a produtora do projeto, Juliana Bischoff, o espetáculo dá voz aos nordestinos, tão presentes em nossa região que, inclusive, ajudaram a construir.

Histórico – Este projeto é fruto de longos anos de pesquisas desenvolvidas para especialização, mestrado e doutorado do cearense John de Castro, que também é professor do curso de Música da Universidade Estadual de Maringá (UEM). O contato dele com a vida e a obra de Oswaldo de Souza começou em 2003. No mestrado buscou aprofundar-se na parte poética das canções e no doutorado trabalhou com a semiologia da música. O espetáculo é a conclusão dessas pesquisas e presta homenagem à sua primeira mentora no canto lírico, a professora Fátima de Brito, falecida em maio deste ano.

Já foi apresentado em alguns lugares, como Belo Horizonte (MG) e Curitiba (PR), e vem demonstrando que o canto lírico vai além da ópera e que existe uma rica produção de canções líricas do repertório de música erudita nacional. “Em cada performance a obra se mantém viva e segue seu trajeto no percurso do tempo”, afirma Castro.

 

Serviço

“O Nordeste pela ótica da canção lírica brasileira”

Com John de Castro (canto) e Cíntia Ruivo (piano)

Às 20h30 – entrada gratuita

Dia 27 de outubro (sábado) – Casa de Cultura do Jardim Alvorada (Maringá)

 

Patrocínio: Viapar

Fomento à Cultura: Instituto Cultural Ingá

Apoio: Prefeitura do Município de Maringá – Secretaria Municipal de Cultura, Prefeitura do Município de Sarandi, Prefeitura Municipal de Paiçandu e Prefeitura Municipal de Mandaguaçu.

Realização: Juliana Bischoff

 

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Notícias

Secretaria da Cultura divulga resultado final do 1º edital do Profice

Proponentes contemplados devem enviar documentação complementar de 4 de abril a 4 de maio via SisProfice A Secretaria de Estado da Cultura divulgou nesta sexta-feira (01/04) o resultado final do

Notícias

Pela boa gestão de negócios audiovisuais

Com a criação do Fundo Setorial do Audiovisual em 2006 e a Lei 12.485 de 2011, observou-se a entrada de diversos players no mercado audiovisual brasileiro e, com isso, a

Nacional

Juca Ferreira critica “criminalização” da Lei Rouanet: “Não tem privilégio”

O ministro da Cultura, Juca Ferreira, criticou o que chama de tentativas de criminalizar o uso da Lei Rouanet, manifestadas em ataques verbais a artistas que, recentemente, se declararam contra o