Ator e cantor Gero Camilo vem a Maringá  cantar sucessos de Belchior

Ator e cantor Gero Camilo vem a Maringá cantar sucessos de Belchior

O ator, compositor e cantor cearense Gero Camilo realiza em Maringá, no próximo dia 20, única apresentação do show “Gero Camilo canta Belchior”. O espetáculo será apresentado às 21h no Teatro Calil Haddad e é uma realização da 2 Coelhos Comunicação e Cultura e do Cottonet-Clube, em parceria com a Micuim Produções. Os ingressos já estão à venda.

Gero Camilo, conhecido nacionalmente como ator principalmente de cinema, também é cantor, compositor, poeta e dramaturgo. “Sempre fui fã da obra de Belchior. Quando era adolescente via shows dele em Fortaleza e ficava fascinado. Seus vinis tomavam conta da sala de minha casa”, conta o admirador declarado do conterrâneo, Belchior (1946-2017).

Ao lado da banda que batizou de Caroço da Aurora, Gero percorre o disco Alucinação (1976) e outros clássicos, como “Comentário a respeito de John”, “Paralelas”, “Coração Selvagem”, “Mucuripe” e “Brasileiramente Linda”.  As composições vêm com novos arranjos para uma releitura que busca resgatar e celebrar o primor da musicalidade poética de Belchior e sua importância na música brasileira.

Belchior foi um artista enigmático. Em quase 40 anos de carreira e com uma produção de mais de 20 discos, revelou sentimentos e reflexões que embalaram gerações e ainda representam pensamentos contemporâneos sobre política e sociedade. Gero Camilo convida o público para a homenagem neste mergulho na poética visceral e revolucionária desse grande artista brasileiro.

Sobre Gero Camilo: O ator, poeta, dramaturgo, cantor e compositor Gero Camilo cursou a Escola de Arte Dramática EAD – ECA, na USP. Em 2004, encenou a peça “Aldeotas”, de sua autoria, dirigida por Cristiane Paoli Quito, que ficou em cartaz por cinco anos. O espetáculo confirmou a sensibilidade do autor e rendeu à diretora o Prêmio Shell. Sua publicação independente, “A Macaúba da Terra”, relançado em 2013 com 10 anos de publicação, rendeu em 2003 a montagem de “As Bastianas”, pela Companhia São Jorge de Variedades. Em 2006, escreveu “Cleide Eló e as Peras”, extraído da mesma publicação, que recebeu a direção de Gustavo Machado.

A trajetória no cinema começou ainda na EAD, com participações nos filmes “Cronicamente Inviável” e “Domésticas”, mas foi em “Bicho de Sete Cabeças”, a primeira de muitas parcerias com Rodrigo Santoro, que Gero Camilo se tornou conhecido do grande público.

Vencedor de vários prêmios, o ator traz na bagagem o Troféu Redentor de Melhor Ator Coadjuvante, no Festival do Rio, por “Hotel Atlântico” – 2009; Grande Prêmio Cinema Brasil de Melhor Ator Coadjuvante, por “Narradores de Javé” – 2004; Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante, no Festival de Recife, por “Narradores de Javé” – 2003; Troféu Candango de Melhor Ator Coadjuvante, no Festival de Brasília, por “Bicho de Sete Cabeças” – 2001; e Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante, no Festival de Recife, por “Bicho de Sete Cabeças” – 2001.

 

Banda:

Gero Camilo – voz

Simone Julian – sax e flautas

Caio Lopes – bateria

Rovilson Pascoal – guitarras

André Bedurê – contra-baixo

Ricardo Prado – teclados

 

Serviço

Gero Camilo canta Belchior

Dia 20 de outubro de 2018

Teatro Calil Haddad – 21h

Ingressos a R$ 30 (preço promocional para convites antecipados)

Ponto de vendas: Genko Mix do Maringá Park.

Classificação indicativa: livre

Duração: 80 minutos

 

Realização: 2 Coelhos Comunicação e Cultura, Cottonet-Clube e Micuim Produções

Apoio: Secretaria Municipal de Cultura, Copacabana Print, Ventura Imagem, Loan Rocha.

Parceiros de Mídia: vp negócios e O Diário

Fomento à Cultura: Instituto Cultural Ingá

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Notícias

Paolo Ridolfi apresenta: a pintura de Laura

Promovida pela Secretaria de Cultura de Maringá, a exposição “Paolo Ridolfi apresenta: a Pintura de Laura” contempla as obras de Laura Ridolfi, tendo como uma das suas principais influências seu

Notícias

Mulheres que fazem cinema querem ampliar participação feminina no audiovisual

Mulheres que fazem cinema – diretoras, roteiristas, produtoras e montadoras – discutem, no Recife, o que vem sendo feito por elas e os caminhos para ampliar a participação feminina no

Notícias 0 comentários

Florescerro prepara novidades para apresentações na região

Circulação viabilizada pelo Viapar Cultural vai levar o espetáculo de Maringá para Campo Mourão, Paranavaí e Cascavel A maturidade da cena cultural de uma cidade depende diretamente da forma que