Escala Cultural traz espetáculo adulto de teatro de bonecos

Escala Cultural traz espetáculo adulto de teatro de bonecos

O Escala Cultural traz à Maringá no dia 18 de setembro o espetáculo de teatro de bonecos “O princípio do espanto”, do grupo Morpheus Teatro (São Paulo/SP). A apresentação será às 20h no Teatro Barracão e tem classificação indicativa para 14 anos. A entrada é gratuita.

“O Princípio do Espanto” é uma comédia dramática que, com uma técnica inovadora e utilizando-se da linguagem não verbal, conduz o espectador à reflexão. Se o teatro de bonecos, no Brasil e também em muitos outros países, é inevitavelmente relacionado ao teatro infantil pela natural conexão dos bonecos com o universo da criança, esta obra pretende fortalecer esta linguagem para o público adulto.

A sinopse diz que a peça aborda a relação entre criador e criatura: um boneco que pensa conduzir os objetos e a vida à sua frente, mas nada sabe sobre o que está por detrás de si mesmo, sobre o homem que é responsável por seu mais simples movimento; e um homem que crê controlar o boneco que construiu, mas compartilha com este a ignorância do que está por detrás de si próprio.

“Após 11 anos da trajetória deste espetáculo, relacionar-me com este boneco diante de tantas plateias ensinou-me um pouco sobre o ofício do teatro. Este espetáculo solo deixou de ser um trabalho solitário quando comecei a sentir que eu realmente estava acompanhado pelo boneco, que não é uma invenção minha, mas sim da humanidade, e que eu estava ali para servir-lhe com o pulsar da vida e para perceber junto com o público esse espelho imprevisível e surpreendente que é o encontro teatral”, explica o ator e diretor João Araujo.

Este espetáculo utiliza um boneco de manipulação direta (técnica do teatro de animação em que o boneco é conduzido sem a utilização de fios ou varas) e já foi apresentado em festivais e eventos na Colômbia, Chile, Vietnã, Argentina, Irlanda, Itália e por todo o Brasil. Marca a estreia do grupo Morpheus Teatro, fundado no ano de 2002 na cidade de São Paulo.

O Morpheus desenvolve uma experimentação teatral utilizando as linguagens da animação de bonecos, das máscaras e do teatro físico. Coordenado atualmente por João Araujo e Verônica Gerchman, o grupo investiga a construção de bonecos e a possibilidade de dar-lhes a ilusão de vida interior, pensamentos, percepções e sentimentos. Caminha com passos cuidadosos e lentos na direção de tornar ações cênicas simples em atos profundos, que desvelem e celebrem a beleza tragicômica do interior humano.

O Escala Cultural é um projeto da 2 Coelhos Comunicação e Cultura que tem como objetivo oferecer uma programação cultural permanente, trazendo um espetáculo de teatro por mês, sempre com entrada gratuita. Este projeto foi contemplado no Prêmio Aniceto Matti de Incentivo à Cultura, uma iniciativa da Prefeitura Municipal de Maringá, por meio da Secretaria Municipal de Cultura.

Serviço

Escala Cultural

Espetáculo “O princípio do espanto” do grupo Morpheus Teatro (São Paulo/SP)

Dia 18 de setembro (terça) às 20h no Teatro Barracão.

Entrada gratuita

Ingressos distribuídos na bilheteria do teatro 30 minutos antes da apresentação, somente um por pessoa.

Capacidade de público: 215 lugares

Classificação 14 anos

Duração 55 minutos

 

Produzido com verba de incentivo à cultura – Lei Municipal 9160/2012 – Prêmio Aniceto Matti.

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Local

Casa do Verbo lança Projeto Circo Social em Sarandi

Aulas de atividades circenses serão oferecidas ao município gratuitamente. As inscrições vão até 27 de fevereiro Quando a obra “Lonas e memórias: a história esquecida do circo paranaense” foi lançada

Local

Auto de Natal agrega ao enredo religiosidade popular e história de Maringá

A expectativa é receber milhares de pessoas no primeiro dia de apresentação O que antes era um sonho, hoje se torna realidade e mais do que encanta os maringaenses. O

Oficinas

Café com Cultura vai reunir artistas e produtores no próximo dia 05

Primeiro encontro do evento mensal organizado pelo Instituto Cultural Ingá terá como tema o segmento de Artes Cênicas Quem está no meio sabe bem que a rotina de quem trabalha