Cultura homenageia ator Luthero Almeida com exposição e teatro

Cultura homenageia ator Luthero Almeida com exposição e teatro

A Secretaria de Cultura (Semuc) realiza, entre os dias 10 e 14 de setembro, a “Semana Luthero Almeida” com apresentações teatrais e exposições dedicadas ao homenageado. De professor de Artes Cênicas a diretor do Departamento de Cultura da UEM, a carreira de Luthero foi marcada por grandes trabalhos como produtor, diretor, ator e iluminador.
“Luthero é um dos personagens mais importantes dos últimos 30 anos do teatro maringaense. Boa parte de artistas e produtores do teatro passaram pela escola desse ator reconhecido também em todo o Estado”, destaca o secretário de Cultura, Miguel Fernando.
O homenageado recebeu prêmios em inúmeros projetos realizados e teve participação em diversos festivais e simpósios. Como ator desempenhou papéis também no cinema, telenovelas, séries e comerciais, tendo um papel de extrema relevância nas artes cênicas maringaense.
A homenagem contará com a abertura da exposição Luthero Almeida no dia 10, às 9 horas, no Centro de Ação Cultural. O espetáculo “O Colecionador de Histórias” será apresentado no dia 10, às 14 horas, na Biblioteca Municipal Operária; no dia 11, às 9h30, na Biblioteca Municipal Centro, e às 14 horas, na Biblioteca Municipal Palmeiras.
No dia 12, “O Colecionador de Histórias” será apresentado, às 14 horas,  na Biblioteca Municipal; no dia 13, também no mesmo horário, na Biblioteca Municipal do distrito de Iguatemi, e no dia 14, às horas, na Biblioteca Municipal Alvorada.
Saiba mais
Acesse o Portal da Cultura, no site da Prefeitura www.maringa.pr.gov.br e obtenha endereços das bibliotecas municipais

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Notícias
Notícias

2ª Festa Literária de Maringá divulga programação

O livro “Lonas e Memórias: a história esquecida do circo paranaense”, projeto do Instituto Cultural Ingá, será lançado oficialmente no dia 27, no Auditório FLIM A Secretaria de Cultura (Semuc), que

Notícias

Câmara quer “cota” de 30% para livros nacionais em vitrines de livrarias

Por Sonia Racy, para o Estadão .  Avança na Câmara um projeto que propõe uma “cota” mínima de 30% para a exposição de livros nacionais nas vitrines das livrarias. A