Mostra Multicultural e Multidisciplinar promove formação artística e cultural

Mostra Multicultural e Multidisciplinar promove formação artística e cultural

O objetivo é ministrar 12 oficinas gratuitas e atender 200 pessoas

A COLETIVA é uma Mostra Multicultural e Multidisciplinar que surgiu da necessidade de criar-se um ambiente de convivência cultural, com uma gestão coletiva e independente e que pudesse oferecer atividades diversas à comunidade e criar postos de trabalho para os artistas locais, em especial os cooperados da MACUCO – Maringá Cultural Cooperativismo – também realizadora do projeto -, interligando os artistas com seu público e formando plateia para as artes.

À frente da Mostra está Pedro Marques, coordenador administrativo, Felipe de Moraes, coordenador de produção, Diogo Correa, coordenador de comunicação e Rafael Morais, coordenador artístico. “Serão oferecidos à comunidade 12 oficinas gratuitas, por um período de seis meses, atendendo aproximadamente 200 pessoas, que serão beneficiadas diretamente pelo projeto com formação artístico/cultural de qualidade. A Mostra também vai realizar uma exposição coletiva de artes visuais com sete artistas locais, além de rodas de conversa mensais com os artistas em local de fácil acesso à comunidade”, explica Rafael.

Morais antecipa que ao final serão realizados dois eventos de encerramento. “Queremos apresentar os resultados das 12 oficinas desenvolvidas durante o ano, ocupando de forma criativa Sarandi e Iguatemi, estabelecendo de forma bem-sucedida uma parceria público-privada, bem como um evento em um espaço público aberto e central de Maringá”.

O projeto tem classificação livre, exceto as oficinas que tem idade mínima (de acordo com as especificidades de cada uma). Todas as atividades serão gratuitas. No processo de inscrição serão solicitadas informações com indicadores socioeconômicos e culturais, priorizando alunos da rede pública e cidadãos de baixa renda. O local ainda não foi definido, e os responsáveis seguem na pesquisa para encontrar o espaço que melhor se adeque às necessidades do projeto. O prazo para esta definição é 30 de abril.

O lançamento da COLETIVA está programado para o mês de julho, onde será realizada uma Exposição Coletiva e a primeira roda de conversa com um dos autores contemplados. As oficinas se iniciam também no mês de julho e se estendem até dezembro. “A nossa expectativa é tornar realidade um espaço que possa ser referência em formação, acesso e convívio na difusão e gestão dos nossos bens culturais”, finaliza.

A COLETIVA – Mostra Multicultural e Multidisciplinar está entre as vencedoras do edital VIAPAR Cultural – 4ª edição, viabilizado pela VIAPAR e coordenado pelo ICI em 2017.

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Nacional

MinC debate novo modelo de acompanhamento de projetos

Qualificar o acompanhamento de projetos culturais apoiados por meio dos mecanismos de fomento da Lei Rouanet e tornar, por consequência, a fase de prestação de contas mais orgânica e eficiente

Notícias

Mulheres que fazem cinema querem ampliar participação feminina no audiovisual

Mulheres que fazem cinema – diretoras, roteiristas, produtoras e montadoras – discutem, no Recife, o que vem sendo feito por elas e os caminhos para ampliar a participação feminina no

Notícias

Uso da internet na cultura ainda é desafio, aponta estudo inédito

O uso das tecnologias da informação e comunicação, as chamadas TICs, pode ser melhor aproveitado pelos equipamentos culturais brasileiros, tais como instituições culturais, bibliotecas, cinemas, museus, teatros e pontos de