Circo Social de Sarandi completa 1ª fase

Circo Social de Sarandi completa 1ª fase

O projeto teve início em março e já celebra os resultados em pouco menos de dois meses. De acordo com o relatório da primeira fase do Circo Social, mais de 50 alunos já estão efetivados no projeto, que atende o período matutino e vespertino e com duas aulas semanais. “A fase inicial foi coberta de êxito, pois tudo que estava previsto foi realizado, inclusive com um número maior de participantes do que o esperado, havia a previsão de 40 vagas e já estamos com 53 participantes. Em um mês de projeto efetivo, o número de faltas dos participantes é bem baixo. No aspecto da infraestrutura, todos os equipamentos e materiais apontados foram adquiridos e já estão em uso pelos educandos”, conta Francisco Pinheiro, coordenador do Circo Social de Sarandi.

Pinheiro declara também que um dos principais obstáculos era a questão da distância da escola, que está em uma área periférica. “Isso foi sanado através de parcerias com outras secretarias do Município de Sarandi”.

O curso conta com instrutores, estagiários de Educação Física, Pedagogo, Coordenação Administrativa e Direção Geral, que trabalham muito além da formação em artes circenses e sim com a preocupação em preparar cidadãos. “O circo tem todos os ingredientes para uma ação consistente na busca de formar esses alunos para o bem”, afirma o coordenador.

Para Miguel Fernando, diretor executivo do Instituto Cultural Ingá, o projeto ganhou uma grande proporção e, sem dúvida, “será um marco na produção cultural da cidade”. Pinheiro completa dizendo que a expectativa é atingir o número de 80 participantes em 2018. “Para chegarmos a esse número, necessitamos contratar mais profissionais educadores, adquirir mais equipamentos, entre outros. Ou seja, necessitamos do aporte financeiro de nossos patrocinadores”.

O Circo Social é desenvolvido na Secretaria da Juventude, Esporte, Cultura, Lazer e Turismo (SEJUV) no Antigo Clube Eldorado – Rua Primeiro de Maio, 534 (esquina com a Av. Antonio Volpato). De acordo com o relatório, o espaço oferece uma excelente infraestrutura para a aplicação do projeto. A ação é uma realização da Casa do Verbo Assessoria Cultural – de Campo Mourão (PR), em parceria com o Instituto Cultural Ingá (ICI), Prefeitura de Sarandi / SEJUV. O Sicoob e Bancoob são patrocinadoras por meio da Lei Rouanet.

 

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Nacional

Observatório 10 anos: financiamento cultural comparado

Nos últimos 20 anos, ocorreu uma grande expansão dos mercados globais de bens, serviços e atividades simbólico-culturais, que só foi possível por causa do aumento dos investimentos públicos em cultura

Notícias

Instituições apoiadoras da Cultura são homenageadas pelo ICI

Ao todo, 36 empresas receberam o reconhecimento pela contribuição e apoio a projetos fomentados pelo Instituto Cultural Ingá. Em 2016, o ICI captou mais de R$ 1,4 milhão em recursos

Notícias

MinC abre consulta pública sobre Lei Rouanet

O Ministério da Cultura abriu consulta pública para revisão da Instrução Normativa (IN) nº1/2013, com o objetivo de atualizar e qualificar os procedimentos públicos, a gestão dos projetos culturais por