11 editais do MinC têm cotas para negros, indígenas e mulheres

11 editais do MinC têm cotas para negros, indígenas e mulheres

#AudiovisualGeraFuturo é o maior em termos de volume de recursos e de projetos

O programa Audiovisual Gera Futuro, lançado em fevereiro, em Brasília, disponibiliza R$ 80 milhões para cerca de 250 projetos, voltados ao desenvolvimento, produção e difusão. Em todos os editais são utilizados indutores para promover a inclusão e reduzir as desigualdades no setor audiovisual. As 11 linhas anunciadas serão operadas pela Secretaria do Audiovisual (SAV) do MinC e contam com recursos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA).

Segundo o Minc o edital é um marco na inclusão social de segmentos da população que normalmente não estão contemplados. De acordo com Miguel Fernando, diretor executivo do Instituto Cultural Ingá (ICI), o edital surgiu por meio de um estudo feito pela Agência Nacional de Cinema (Ancine) no início do ano, com base em 142 longas-metragens brasileiros lançados comercialmente em 2016. “O estudo apontou que 75,4% dos longas foram dirigidos por homens brancos, apenas 2,1% dirigidos por homens negros e nenhum por uma mulher negra”, explica.

Os editais têm cotas específicas (com percentuais distintos) para novos diretores, diretores de regiões fora do eixo Rio e São Paulo, negros, indígenas e mulheres. É o primeiro edital do MinC a inserir transexuais e travestis no conceito “mulheres”. Além de ampliar a atuação dos produtores, os editais buscam estimular produções em todas as regiões do país, com cotas regionais de 30% para o Norte, Nordeste e Centro-Oeste e de 20% para o Sul, Minas Gerais e Espirito Santo. Miguel ainda salienta que os produtores de Maringá e região têm plenas condições de acessar os recursos propostos nos editais, devido a qualidade e a capacidade criativa de propor ideias inovadoras. “No entanto, como em qualquer área, é necessário cada vez mais profissionalização para potencializar projetos e ações de todas as áreas culturais”, defende o diretor executivo do ICI.

As inscrições se encerram entre os dias 13 e 27 de abril e podem ser feitas no sistema Mapas Culturais, no link mapas.cultura.gov.br. Os editais exigem que os projetos sejam acompanhados de teasers – pequeno vídeo de divulgação.

 

Edital 1 – Longa Animação

Objeto: seleção de 5 (cinco) projetos de produção independente de obras audiovisuais brasileiras de longa-metragem de animação, inéditas, de ficção, com temática livre, voltadas para o público infantil, de 0 a 12 anos, e seus respectivos trailers.

Período de inscrição: 26/2 a 27/4

 

Edital 2 – Narrativas Audiovisuais para a Infância – Curta (Live Action)

Objeto: seleção de 21 (vinte e uma) obras audiovisuais independentes de curta-metragem, de 13 minutos, live action, com temática livre, voltadas para o público infantil, de 0 a 12 anos.

Período de inscrição: 26/2 a 13/4

 

Edital 3 – Narrativas Audiovisuais para a Infância – Série (Live Action)

Objeto: seleção de 05 (cinco) obras audiovisuais independentes de minissérie de ficção, de 13 episódios de 07 minutos, live action, com temática livre, voltadas ao público infantil, de 0 a 12 anos, e 05 (cinco) obras audiovisuais independentes de minissérie de ficção, de 26 episódios de 07 minutos, live action, com temática livre, voltadas ao público infantil, de 0 a 12 anos.

Período de inscrição: 26/2 a 13/4

 

Edital 4 – Documentário Afro-brasileiro e Indígena

Objeto: seleção de 10 (dez) projetos de produção independente de obras audiovisuais documentais, a partir de 52 minutos, inéditas, com temáticas voltadas à cultura afro-brasileira e indígena, e seus respectivos teasers.

Período de inscrição: 26/2 a 13/4

 

Edital 5 – Documentário Infância e Juventude

Objeto: seleção de 10 (dez) projetos de produção independente de obras documentais, a partir de 52 minutos de duração, inéditas, com temáticas voltadas à infância e juventude, e seus respectivos teasers.

Período de inscrição: 26/2 a 13/4

 

Edital 6 – Jogos Eletrônicos

Objeto: seleção de 10 (dez) jogos eletrônicos, com temática livre, voltados para adolescência e juventude.

Período de inscrição: 26/2 a 20/4

 

Edital 7 – Narrativas Transmídias para a Infância – Curtas Animação + Jogos Eletrônicos

Objeto: seleção de 10 (dez) projetos transmídias para a produção independente de jogo eletrônico e curta-metragem de ficção de animação com duração de 13 minutos, com temática livre, voltados para o público infantil de 7 a 12 anos.

Período de inscrição: 26/2 a 27/4

 

Edital 8 – Narrativas Transmídias para a Infância – Minissérie Animação + Jogos Eletrônicos

Objeto: seleção de 10 (dez) projetos transmídias para a produção independente de jogo eletrônico e minissérie de ficção de animação, com 13 episódios com duração de 7 minutos, com temática livre e voltados para o público infantil, de 7 a 12 anos.

Período de inscrição: 26/2 a 27/4

 

Edital 9 – Desenvolvimento de Projetos para a Infância

Objeto: seleção de 22 (vinte e duas) propostas de desenvolvimento de projetos de obras audiovisuais de produção independente e seus respectivos teasers, sendo:

  • 10 propostas de obra audiovisual não seriada de longa-metragem, ficção ou animação;
  • 12 propostas de obra audiovisual seriada para televisão, ficção ou animação.

Período de inscrição: 28/2 a 20/4

 

Edital 10 – Desenvolvimento de Projetos – 200 anos da Independência do Brasil

Objeto: seleção de 35 (trinta e cinco) propostas de desenvolvimento de projetos de obras audiovisuais de produção independente e seus respectivos teasers, sendo:

  • 10 propostas de obra audiovisual não seriada de longa-metragem, ficção ou animação;
  • 10 propostas de obra audiovisual não seriada de longa-metragem, documentário;
  • 15 propostas de obra audiovisual seriada para televisão, ficção ou animação.

Período de inscrição: 28/2 a 20/4

 

Edital 11 – Festivais, Mostras, Premiações, Eventos de Mercado e Ações de Promoção/Difusão da Produção Audiovisual Nacional

Objeto: Fomento à realização de festivais, mostras, premiações, eventos de mercado e ações de promoção/difusão da produção audiovisual nacional, que se enquadrem nos seguintes perfis:

  • Festivais e mostras audiovisuais, com no mínimo 5 (cinco) edições já realizadas, não necessariamente ininterruptas;
  • Festivais e mostras audiovisuais cujos eventos já tenham no mínimo 2 (duas) edições realizadas e sejam apresentadas sob chancela do Poder Executivo municipal;
  • Eventos de mercado audiovisual e premiação já constituídos;
  • Ações de promoção/difusão audiovisual associadas a eventos internacionais reconhecidos pela Agência Nacional do Cinema (Ancine), nos termos da Portaria nº 64 – E de 09 de janeiro de 2018 e atos subsequentes, em cujas edições o Brasil seja homenageado ou representado por delegações do setor audiovisual.

Período de inscrição: A partir de 01/3

CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS: http://www.cultura.gov.br/editais-audiovisual-gera-futuro

 

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Notícias
Notícias

Museu Paranaense disponibiliza para download gratuito 10 livros de história do Paraná

O Museu Paranaense lançou no dia 19 de dezembro cinco livros das coleções Teses do Museu Paranaense e Histórias do Paraná. As obras estão disponíveis gratuitamente para download em formato

Notícias

Inscrições abertas para Projeto Social em Educação Musical no Sesc Maringá

O Sesc Maringá, através do CDM – Centro de Difusão Musical oferece aulas gratuitas para os seguintes instrumentos musicais: violino, viola de arco, violoncelo, violão, viola caipira, flauta transversal, saxofone, trompete, trombone e percussão (Instrumentos do