Cultura e Esporte trabalham pela concepção do e-Museu do Esporte

Cultura e Esporte trabalham pela concepção do e-Museu do Esporte

Os Ministérios da Cultura e do Esporte vão trabalhar em conjunto na proposta de criação do e-Museu Nacional do Esporte, no velódromo do Parque Olímpico da Barra, no Rio de Janeiro. O museu está sendo planejado pela Autoridade de Governança do Legado Olímpico (AGLO), autarquia vinculada ao Ministério do Esporte, com base em quatro eixos – inovação, tecnologia, sustentabilidade e social.

O espaço com cerca de 1.200 metros quadrados deverá reunir acervos das Forças Armadas, do Comitê Paralímpico Brasileiro, do Museu da Cidade Olímpica e do Instituto Roberto Gesta, além de contribuições de atletas e ex-atletas. A proposta é criar um espaço interativo e conectado com outros museus do País e do mundo. O custo de criação do museu é de cerca de R$ 5 milhões.

A criação do e-Museu Nacional do Esporte foi discutida, nesta quinta-feira, em reunião entre os ministros Sérgio Sá Leitão (Cultura) e Leonardo Picciani (Esporte). Também participaram do encontro, no Ministério da Cultura, os presidentes do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), Marcelo Araújo, e da AGLO, Paulo Márcio Dias de Mello.

Sá Leitão colocou o Ibram à disposição do Ministério do Esporte para auxiliar na concepção técnica do museu e nos próximos passos da proposta. O ministro também sugeriu que seja elaborado um projeto que contemple a criação, a manutenção, a gestão e o financiamento do equipamento.

Fonte: Assessoria de Comunicação | Ministério da Cultura

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Notícias

Experiência mantém atratividade do cinema

A combinação grandes lançamentos, pipoca e refrigerante segue imbatível como fator que motiva os brasileiros a optarem pela telona A pipoca nem sempre foi um atrativo para complementar a experiência

Local

Em celebração aos 70 anos de Maringá, CREA-PR realiza palestra nesta quarta-feira

Passado, presente e futuro se unem em uma única noite no Teatro Calil Haddad Promovido pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (CREA-PR), – com o apoio de

Notícias