Alysson Thomasi substitui José Roberto Mattos na presidência do Convention

Alysson Thomasi substitui José Roberto Mattos na presidência do Convention

O Maringá e Região Convention & Visitors Bureau oficializou na manhã desta terça-feira (20) o empresário Alysson Thomasi como novo presidente para a sequência da gestão 2017/2019. Ele substitui José Roberto Mattos, que se afastará do cargo por ter sido indicado para assumir a presidência do Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá (Codem) a partir de março.

A mudança foi confirmada durante reunião de diretoria realizada no Hotel Thomasi, empreendimento do novo presidente do Convention. Também estiveram presentes o prefeito de Maringá, Ulisses Maia, e o bispo dom Anuar Battisti.

“Esse período à frente o Convention foi de muitos desafios e também de aprendizado e conquistas. Com a parceria da prefeitura e de outras entidades conseguimos desenvolver projetos que contribuirão para o desenvolvimento de Maringá na área de turismo e eventos”, disse Mattos.

Thomasi agradeceu a confiança dos diretores para assumir a presidência e disse que tem como objetivo continuar desenvolvendo projetos que promovam e fortaleçam a cidade como destino. “Sabemos que não conseguimos nada sozinhos. É com o apoio do poder público, instituições de classe e a iniciativa privada que vamos seguir o trabalho feito por José Roberto. Essa nova etapa é motivo de muita alegria, mas também de muita responsabilidade”, completou. Além de assumir a presidência do CVB, Thomasi agora integra a diretoria do Instituto Cultural Ingá. Papel no qual José Roberto vinha desempenhando com participação assídua.

O prefeito Ulisses Maia parabenizou Thomasi e Mattos por terem sido escolhidos para os cargos no Convention e Codem, respectivamente, e elencou os avanços para o município na área de eventos, como a programação natalina do Maringá Encantada e a confirmação do município como sede dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs) ainda este ano. Ele reforçou a parceria da prefeitura com o Convention.

“Colocamos sempre a prefeitura à disposição. Estamos abertos a sugestões de todos os diretores da entidade. Essa participação é muito importante para consolidar Maringá como uma cidade turística seja com o turismo de eventos, negócios, esportivo, religioso ou de outros segmentos”, destacou o prefeito.

Já dom Anuar abençoou a nova gestão de Thomasi e Mattos e foi surpreendido com um bolo de aniversário. Nesta segunda-feira (19), ele completou 65 anos de vida.

Projetos

Durante a reunião, conduzida pela superintendente executiva do Convention, Yara Linschoten, foram apresentados alguns dos principais projetos idealizados durante a gestão comandada por Mattos.

Um deles é o “Leve Maringá”, loja itinerante de produtos com assinatura “by Convention Bureau” e que serão produzidos por artesãos locais. A intenção é valorizar o artesanato maringaense e divulgar a cidade. A Unicesumar é uma das apoiadoras.

Os presentes na reunião também puderam conhecer a “Agenda Maringá”, um site completo com detalhes dos principais eventos sediados na cidade. A previsão é que a agenda esteja no ar nos  próximos dias.

Outra iniciativa da gestão de Mattos é a instalação do letreiro “Eu amo Maringá” na Praça da Catedral. Com patrocínio da Viapar e apoio da Chaplin Propaganda, Grupo Maringá de Comunicação (GMCom) e prefeitura, a inauguração está prevista para 16 de abril, na abertura da 3ª edição da Semana do Turismo de Maringá.

A elaboração de um bidding book, material com informações técnicas da infraestrutura de eventos da cidade, e também de um livro com dados sobre as instalações esportivas, completam a lista de projetos prioritários para o primeiro semestre e estão em processo de criação.

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Notícias

Imitando o camaleão na Era Pós-digital

*Por Arieta Arruda Dentro dos corredores de Recursos Humanos das empresas, nas salas de gestores de alto escalão e nos cantinhos das startups muito se fala sobre a importância de

Nacional

O dinheiro de propina que vira arte

A exposição de obras de arte de artistas famosos como Picasso, Miró e Dalí, apreendidas em casos de lavagem de dinheiro, revela uma prática milionária no Brasil O sucesso da

Notícias