Farol Santander, o novo espaço da Economia Criativa em SP

Farol Santander, o novo espaço da Economia Criativa em SP

No dia em que completa 464 anos, a cidade de São Paulo ganha um presente especial. Foi inaugurado na noite desta quinta-feira (25), com a presença do ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, o Farol Santander, empreendimento que reúne, em um mesmo local, empreendedorismo, cultura e lazer.

As atrações do Farol Santander ocupam 18 dos 35 andares do edifício Altino Arantes, no Centro de São Paulo, popularmente conhecido como Banespão. Um dos destaques será a Arena de Economia Criativa, dedicada a debates sobre empreendedorismo e economia criativa. Serão realizados no local encontros e palestras quinzenais. A programação de abertura, em 3 de fevereiro, reunirá convidados brasileiros e internacionais para discutir os temas Diálogos Startupeiros e Meu Futuro é Agora.

No local, os visitantes também poderão conferir, entre outros, exposições sobre a história do prédio, móveis de época, exposições de arte, pista de skate com mais de 300 metros quadrados, café, mirante e uma instalação permanente feita por Vik Muniz. A programação inaugural traz a exposição Belo, transitório, intangível e finito, com a obra Diurna, da artista brasileira Laura Vinci, e a instalação O Dia que Saímos do Campo, do coletivo russo Tundra.

Sobre o prédio

Inaugurado há 70 anos, o edifício onde se situa o Farol Santander é um ícone da cidade de São Paulo. Na época da inauguração, a então sede do Banco do Estado de São Paulo (Banespa) era a maior construção do mundo em concreto armado e o maior edifício da América do Sul, posto que manteve até 1965. É um marco no processo de verticalização da paisagem urbana paulistana. Parte do prédio, incluindo o saguão, a caixa-forte e o mirante, são tombados desde 2014 pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo.

Fonte: Assessoria de Comunicação | Ministério da Cultura

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Nacional

MinC abre edital para indicação de membros para CNIC

O olhar da sociedade civil nas decisões que cercam a aplicação da Lei Rouanet está presente na gestão do mecanismo de apoio a projetos culturais via isenção fiscal. A dedicação

Notícias

Banco do Brasil consegue lucrar 18 vezes o que investe em projetos culturais

O Branco do Brasil consegue lucrar com mídia espontânea até 18 vezes o valor que investe nos patrocínios culturais. No ano passado, o maior banco do País aportou R$ 49,3

Notícias

Editais de coprodução com Portugal, Argentina e Uruguai

A Ancine e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), agente financeiro do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), abriram inscrições para três editais binacionais de coprodução do Programa