Palestra “Projetos Culturais: do que se trata?” encerra formações técnicas do ICI em 2017

Palestra “Projetos Culturais: do que se trata?” encerra formações técnicas do ICI em 2017

Ao todo, mais de 2.000 pessoas participaram dos projetos formativos da entidade neste ano

O ano nem sequer acabou e já é possível prever o balanço das formações técnicas fomentadas pelo Instituto Cultural Ingá (ICI). De acordo com os números de 2017, foram apresentadas sete palestras, que contaram com a participação de mais de 2.000 pessoas. “Como nenhuma instituição de ensino superior trabalha com gestão cultural na cidade, nós servimos de base para os inúmeros artistas de Maringá e região. Além de sermos uma ponte que fomenta, respeita e desenvolve a cultura nesse território”.

Falando em gestão, retomamos ao sucesso da palestra “Projetos Culturais: do que se trata?” – que marcou o encerramento das formações técnicas em 2017. Miguel Fernando expos inúmeras questões sobre os limites, burocracia, criatividade, práticas e viabilidade que circundam o mercado cultural, principalmente a formação e a atuação da gestão cultural no Brasil. “O desafio do gestor é trabalhar sozinho e, logicamente, tudo depende do tamanho do projeto. Mas, é evidente que existem pontos específicos que todos devem acompanhar antes, durante e até o período de pós-produção. Isso é fazer gestão. É nítido que faltam recursos, mas faltam projetos que tenham começo, meio e fim. O desenvolvimento de um projeto é uma construção que não se deve atentar apenas ao retorno financeiro. O projeto precisa ser a solução de um problema. A arte tem como objetivo atacar um problema”.

O palestrante ainda afirma que uma boa gestão está atrelada a busca de recursos de forma consciente. “Os gestores precisam ser mais independentes, perceber que existem inúmeras formas de angariar recursos. Em suma, não é só de editais do governo que vive a cultura”, encerra o palestrante.

Em 2018, a partir de fevereiro, a estimativa do ICI é desenvolver 12 projetos de formação técnica no campo da gestão cultural – ou mais – e atender entre 4 e 5 mil pessoas. A grande maioria dessas ações será disponibilizada de forma gratuita ao público interessado.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa ICI | Trevo – Soluções em Jornalismo

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Notícias

Estão abertas as inscrições para o 2º edital do PROFICE

A Secretaria de Estado da Cultura informa que as inscrições para o 2º edital do Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura (PROFICE) iniciam às 8h do dia 10

Notícias

Hotel de ‘O Iluminado’ pode se tornar o primeiro museu de filmes de terror do mundo

A região de Estes Park, no Colorado, EUA, pode abrigar em breve o primeiro museu do mundo totalmente dedicado a filmes de terror. O projeto terá sede em um local icônico

Notícias

“Florescerro” abre série de apresentações em Campo Mourão

Espetáculo do Grupo de Pesquisa Teatral AJNA foi um dos contemplados no Edital Viapar Cultural A maturidade da cena cultural de uma cidade depende diretamente da forma que artistas e plateia