Produtores culturais selecionados no VIAPAR Cultural assinam contratos
5 de julho de 2017 571 Visualizações

Produtores culturais selecionados no VIAPAR Cultural assinam contratos

Eles vão dividir o orçamento total de R$ 200 mil que será patrocinado pela VIAPAR ao longo de 2017 

Foram assinados, na última semana em Maringá, os contratos com os proponentes dos quatro projetos vencedores do VIAPAR Cultural, iniciativa que vai beneficiar cerca de 30 municípios nas regiões Norte, Noroeste e Oeste do Paraná [alguns inclusive com pouca movimentação artística]. Os produtores vão dividir o orçamento total de R$ 200 mil patrocinado de forma direta pela empresa (veja abaixo relação completa). Ou seja, embora o recurso seja aplicado em projetos aprovados pela Lei Rouanet, a VIAPAR não se beneficiará da renúncia fiscal devido a sua nova constituição contábil que não tem permitido tal benefício fiscal.

Um dos projetos contemplados vem de Campo Mourão: é a Mostra Nacional de Contadores de Causos e Outras Histórias, classificada em 4º lugar. “As apresentações vão reunir 12 contadores de várias partes do Brasil, a serem realizadas em Campo Mourão, Floresta, Peabiru e Engenheiro Beltrão. Nossa expectativa é beneficiar perto de 15 mil pessoas”, estimou o coordenador, Francisco Pinheiro. “Esse apoio da VIAPAR é imprescindível para viabilidade do projeto. A empresa está à frente das outras, principalmente por ser um edital transparente e que dá oportunidades igualitárias aos participantes. Você se inscreve e sabe que o projeto será avaliado em pé de igualdade com os demais, sem interferências”.

Outro projeto habilitado foi o “Só em cena: Mostra de Solos e Monólogos”, da proponente Rachel Coelho. Segundo ela, o evento chega a 2ª edição com a expectativa de beneficiar mais de 2 mil pessoas. As nove apresentações estão previstas para acontecer, de 18 a 26 de novembro, em teatros e praças de Maringá, distrito de Iguatemi, Sarandi e Marialva. “Os espetáculos dessa mostra se caracterizam por serem conduzidos por um único artista. Ele trabalha com a linguagem do teatro, performance, dança, mímica e os palhaços. Pode ter texto ou não”, explicou a produtora cultural. “Só tenho agradecer a VIAPAR pela oportunidade”.

O VIAPAR Cultural é realizado em parceria com o Instituto Cultural Ingá (ICI). Neste ano, o edital atendeu a um formato específico de projetos: festivais, mostras, festas ou salões nos segmentos de artes visuais, audiovisual, circo, dança, literatura, música erudita/instrumental, ópera, patrimônio cultural (material ou imaterial) e teatro. “São ações bem interessantes que atendem a um grande público. Os projetos começam a ser executados no segundo semestre de 2017, se estendendo até o primeiro de 2018.”, comentou o diretor executivo do ICI, Miguel Fernando.

WhatsApp Image 2017-07-04 at 11.26.18

 

Projetos contemplados:

1º – Coletiva Mostra Multicultura / Macuco – Maringá Cultural Cooperativismo – R$ 80 mil

2º – 3ª Mostra de Teatro Estudantil de Maringá / Forféu – Atividades Artísticas Ltda – ME – R$ 60 mil

3º – Só em Cena – Mostra de Solos e Monólogos – edição 2017 / Rachel Oliveira Coelho ME – R$ 40 mil

4º – Enquanto Conto, Encanto – Mostra Nacional de Contadores de Causos e Outras Histórias / Arlete Delesporte Nascimento – R$ 20 mil.

 

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Notícias

Mais R$ 30 milhões para o audiovisual brasileiro

A Agência Nacional do Cinema (Ancine), instituição vinculada ao Ministério da Cultura (MinC), e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) divulgaram nesta sexta-feira (29) o resultado final

Nacional

Lei Rouanet passa a valer para projetos de arquitetura

Incentivo depende da realização de concurso público, mas não há restrições sobre a finalidade da edificação por Mariana Barros para a Veja A elaboração de projetos de arquitetura receberá os incentivos

Notícias

Programa incentiva a levar para casa comida que sobrou do pedido no restaurante

No último dia 23, a regional noroeste da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) deu início ao Programa “Peça para levar”, em parceria com a Associação Comercial e Empresarial de