Espetáculo teatral disponibiliza audiodescrição e libras em Maringá

Espetáculo teatral disponibiliza audiodescrição e libras em Maringá

Pela primeira vez em Maringá e região um espetáculo teatral irá promover total acessibilidade a cegos e surdos. Trata-se do espetáculo “De tudo quanto é gente”, que integra o projeto “Sentidos”, realizado pela Forféu Atividades Artísticas por meio da Lei Rouanet , patrocínio da Sanches Tripoloni e Lar Center Mandacaru Boulevard e fomento à cultura do Instituto Cultural Ingá. Com curta temporada nos dias 4,5 e 6 de agosto no Teatro Reviver, o espetáculo irá oferecer recursos de audiodescrição para cegos e intérprete de Libras (língua de sinais) para surdos, em apresentações com entrada gratuita.

Os ingressos serão entregues na bilheteria do teatro 30 minutos antes do início de cada sessão, respeitando a lotação do teatro. Serão disponibilizados 30 fones por sessão. Além disso, foi produzido material de divulgação em braile. O objetivo, de acordo com o produtor e diretor Alan Gaitarosso, é não só promover a acessibilidade mas também uma integração entre os públicos, estimulando a participação destas pessoas na vida cultural da cidade em igualdade de condições.

“O Forféu tem em seus projetos o foco na educação e na formação de plateia. Para nós o público é tão importante quanto a própria obra, por isso veio a ideia de fazer um espetáculo para que qualquer pessoa pudesse assistir e compreender da melhor maneira possível”, explica. Ele revela que se inspirou no relato de pessoas conhecidas que não conseguiram usufruir de espetáculos justamente pela falta de políticas de acessibilidade, uma vez que tais ações são raras no país.

“O nosso maior desafio foi a contratação da parte técnica para audiodescrição, pois existem poucos profissionais no Brasil que trabalham audiodescrição para teatro. A empresa que irá nos atender é de Porto Alegre, por exemplo. Será necessário locar os equipamentos, cabines acústicas, rádios e esse item consumiu 50% do valor total da produção”, conta.

Sinopse

No Cortiço “Fuzuê” mora gente de tudo quanto é jeito e com tanta gente diferente a confusão é garantida e a fofoca corre solta! A peça convida o público a observar pela janela o cotidiano do cortiço e a história de cada personagem. Assim, acompanhamos o amor maduro de vó Zildinha e Seu Jaime, as estripulias de Tito, as brigas de Mirian e Mirena e as longas orações de Tia Alda. Todas as confusões dos personagens são contadas com muito humor e poesia. No enredo são abordadas relações interpessoais cotidianas, tema que se encaixa na proposta de acessibilidade do projeto.

O texto é de Carolina Santana e a direção é de Alan Gaitarosso e de Flávio Amado. Estarão em cena Eloisa Pimentel, José Paulo, Lucas Oliveira, Márcia Costa, Nelsilene Buisa, Rafaela Mattos e Renan Gustavo. A intérprete de Libras Francielle Lopes explica que por conta da quantidade de personagens, optou por realizar o trabalho em dupla para melhorar a compreensão. Ela divide o trabalho com Maria Helena Almeida. “Esse público atualmente está cada vez mais ativo e presente nos debates, buscando seus direitos, ocupando seu espaço nas universidades, escolas, política e agora também nos espaços culturais”, comenta Maria Helena.

 WhatsApp Image 2017-07-31 at 09.38.31

Serviço

Espetáculo “De tudo quanto é gente”

Datas:  04,05 e 06 de agosto

Horário: 20h

Local: Teatro Reviver.

Classificação: livre

Duração: 50min

Entrada gratuita (Os ingressos serão entregues na bilheteria do teatro 30 minutos antes do início de cada sessão, respeitando a lotação do teatro.)

A cultura acessível a tudo quanto é gente.

Espetáculo com audiodescrição e libras. Serão disponibilizados 30 fones por sessão.

Ficha Técnica

Dramaturgia: Carolina Santana

Direção: Alan Gaitarosso e Flávio Amado

Elenco: Eloisa Pimentel, José Paulo, Lucas Oliveira, Márcia Costa, Nelsilene Buisa, Rafaela Mattos e Renan Gustavo

Intérpretes de libras: Francielle Lopes e Maria Helena Almeida

Assessora de Libras: Kenia Yamanaka

Informações: (44) 3052-0222 / 98429-9261 – Alan Gaitarosso

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Notícias

Maringá na rota dos festivais nacionais de mágica e ilusionismo

Segunda edição do Magias do Ingá reafirma credibilidade do projeto criado pelo Instituto Cultural Ingá   Quando a primeira edição do Festival de Mágica e Ilusionismo “Magias do Ingá” entrou

Notícias

INGRESSOS ESGOTADOS – Leandro Karnal vem a Maringá falar sobre ética, cultura e criatividade

Instituto Cultural Ingá e ABRH-PR trazem para a cidade o renomado professor da Unicamp e participante do programa Café Filosófico Conhecido pela facilidade com que analisa e discute a ética

Notícias

SEEC produz vídeo tutorial sobre como enquadrar projetos no PROFICE

A Secretaria de Estado de Cultura do Paraná, por meio da Coordenação de Incentivo à Cultura, comunica a todos os gestores municipais de cultura do Estado do Paraná que, devido