Dor e Mudança: a cultura da vitimização
3 de julho de 2017 510 Visualizações

Dor e Mudança: a cultura da vitimização

Em Maringá, palestra aborda de forma filosófica e histórica a percepção da dor para o ser humano

Luiz Felipe Pondé é filósofo, escritor e ensaísta, pós-doutorado em epistemologia pela Universidade de Tel Aviv e discute temas como comportamento, religião, ciência e no próximo dia 12 (quarta-feira) estará em Maringá – às 19h30 no Teatro Marista – para apresentar a palestra “Dor e Mudança: a cultura da vitimização”. Pondé tem um currículo extenso e uma bagagem de experiências.

De origem judaica, Pondé começou sua carreira na área médica, com graduação na Universidade Federal da Bahia (UFBA). Logo em seguida, tomou o rumo da Filosofia, completando sua graduação pela Universidade de São Paulo (USP). Seu livro “Guia Politicamente Incorreto da Filosofia” está entre os mais comentados e vendidos no País. Um dos grandes pensadores conservadores dos últimos 10 anos, Pondé também é autor de diversas outras obras, entre elas: O homem insuficiente: Comentários de Psicologia Pascaliana (2001), Conhecimento na desgraça: Ensaio da Epistemologia Pascaliana (2004), Crítica e profecia: filosofia da religião em Dostoiévski (2003), Do pensamento no deserto: Ensaio de Filosofia, Teologia e Literatura (2009), Contra um mundo melhor: Ensaios do Afeto (2010), O Catolicismo Hoje (2011), Guia Politicamente Incorreto da Filosofia (2012), A filosofia da adúltera – Ensaios Selvagens (2013), A era do ressentimento: uma agenda para o contemporâneo (2014), Os Dez Mandamentos (+ Um) (2015), Filosofia para Corajosos (2016) e Marketing Existencial (2017). É co-autor do livro Por que virei a direita: Três intelectuais explicam sua opção pelo conservadorismo (2012). Luiz Felipe Pondé também mantém uma coluna semanal no jornal Folha de São Paulo desde 2012 e é comentarista semanal do Jornal da Cultura, na TV Cultura.

De acordo com Miguel Fernando, diretor executivo do ICI, o filósofo fará uma análise sobre a percepção da dor para o ser humano, sob o aspecto de alterações de cenários e como essa sensação se relaciona com o mundo atual. “Mudança é um tema corriqueiro, ela acontece diariamente e muitos não estão conseguindo acompanhar esse contexto. Queremos trazer a crença de que a dor é necessária para enfrentar e aceitar qualquer tipo de mudança”, explica George Coelho, presidente da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH PR Noroeste). George ainda reitera o quanto o perfil do palestrante é essencial para o sucesso do evento. “Escolhemos o Pondé pela facilidade e clareza em transmitir suas ideias. Além dele estudar a psique humana, com abordagem da filosofia. Será uma palestra diferente e impactante”.

O evento é uma realização da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH PR Noroeste) e Instituto Cultural Ingá, com o apoio da ACIM, Unicesumar, Viapar e Sancor Seguros, e o patrocínio da Cooper Card, Bonny Corp, Gray Matter e Leads Inteligência. Os ingressos ainda estão sendo vendidos (Mais informações 44 3226-3344). Os valores diferem de R$ 60 para meia entrada e R$ 80 no lote promocional (antecipado).

Fonte: Assessoria de Imprensa ICI

Daniele Corrêa

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Notícias

Cândido de outubro revisita a vida e obra de Monteiro Lobato

A edição de outubro do jornal Cândido, editado mensalmente pela Biblioteca Pública do Paraná, revisita a obra e as polêmicas que envolveram a vida do escritor Monteiro Lobato, considerado o fundador da literatura

Prêmios e Editais

Natura Música abre editais 2016

O Natura Musical nasceu em 2005 com o objetivo de estimular a cadeia da música em suas mais variadas formas de produção e consumo. Já patrocinou mais de 300 projetos e 1.250

Notícias

Maringá + Criativa apresenta seus resultados

Ativos criativos da gastronomia, cultura, turismo e lazer apontados na pesquisa serão disponibilizados em site interativo Por aproximadamente dois meses os maringaenses tiveram a chance de apontar quais são os principais ativos