Cartas Poéticas: exposição associa artes visuais e literatura

Cartas Poéticas: exposição associa artes visuais e literatura

Projeto apresenta 64 cartas baseadas nas palavras do I-Ching, com aquarelas de Cristina Agostinho e poemas de Gilmar Leal Santos

Ao se deparar com o termo I-Ching, você pode sentir certa estranheza. Mas, ao conhecer o significado e a relevância dessa obra, principalmente pela visão de Cristina Agostinho, artista plástica, e Gilmar Leal Santos, poeta, é impossível ficar indiferente.

O I-Ching é um dos mais antigos e respeitados oráculos do mundo. Ele apresenta a ideia de que nada acontece arbitrariamente, mas seguindo ritmos e ciclos de mutação. Por isso, ele é chamado de ‘O Livro das Mutações’. O I Ching é também um belo poema sobre a China Antiga e seu amor pela natureza, trazendo-nos saberes e tradições que têm muito a ensinar ao Ocidente.

Inicialmente, o I Ching era formado pelos “Kua”, signos linguísticos que continham as respostas buscadas pelas pessoas naquela época. No entanto, para estabelecer melhorias no oráculo e compreendê-lo melhor, foram acrescentados outros elementos para ampliar o significado dos Kua: as Linhas, os Julgamentos e as Asas.

Assim, direto da China e aterrissando em Maringá, parte dessa obra poderá ser compreendida por meio da exposição Cartas Poéticas, de Cristina e Gilmar. Serão 64 aquarelas criadas pela artista plástica e 64 poemas escritos por Gilmar, cada dupla relacionada a uma palavra chave do livro I-Ching. As 64 cartas estarão acondicionadas numa caixa, que permite, ao se levantar a tampa, que se escolha aleatoriamente uma carta, lendo a mensagem visual e poética. “O objetivo deste projeto é oferecer uma nova condição de experiência estética, na leitura visual e literária. Não sendo um livro e sim uma caixa com um jogo de 64 mensagens poéticas que pretende que o sujeito seja instigado ao hábito dessa leitura, de uma forma aleatória, mas constante”, explica Cristina.

A exposição é um evento derivado do lançamento do livro “Cartas Poéticas”, resultado do Prêmio Aniceto Matti, da Prefeitura Municipal de Maringá. “Inicialmente, a exposição não constava no projeto ganhador do prêmio, porém decidimos que uma exposição poderia aguçar a curiosidade do público pelas cartas”, conta Gilmar. Segundo os artistas, o prêmio Aniceto Matti também promoveu a confecção de 650 caixas, sendo que 160 unidades foram oferecidas ao município para as bibliotecas e centros de ação cultural.

O lançamento da exposição está agendado para o dia 02 de agosto às 20h, no Shopping Maringá Park. O evento é aberto ao público. “O que queremos é levar uma arte diferente e contemporânea aos maringaense”, encerra o poeta.

Sobre os artistas:

Gilmar Leal Santos é poeta, tradutor e vive em Maringá. Gilmar é autor do livro: Poesia: Trapezista e Carmesim e tradutor da obra The Waste Land de T. S. Eliot

Cristina Agostinho é natural de Portugal, artista plástica e designer de moda. Fez diversos trabalhos em parceria com Paolo Ridolfi, na área de cenografia e figurino para grupos de dança e de teatro. Cristina vem oferecendo oficinas de artes para comunidade em geral, sem restrição a idade, há mais de 15 anos.

 

5b7530b8-10b5-4738-9f60-10ed13cb858d (1)

Daniele Corrêa | Assessoria de Imprensa ICI

 

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Notícias

Chefs de cozinha renomados marcam a Semana de Gastronomia da Unicesumar

Mais de 15 minicursos, palestras e concurso Chef Revelação temperam o evento acadêmico aberto à comunidade No embalo do movimento encabeçado pelo chef Alex Atala, que pede pela aprovação do

Local

Ação em São Paulo reacende debate sobre pichadores e grafiteiros

Ao assumir a Prefeitura de São Paulo, João Doria promoveu mudanças que visam “embelezar” a capital. A operação iniciou uma série de discussões, entre elas se pichação e grafite devem

Local

Reconhecimento garante realização da 3ª edição do Festival Magias do Ingá

2ª edição, realizada no último final de semana, registrou a participação de 1.500 pessoas em dois dias de apresentação  De um simples desejo a um grande projeto de acesso a