Som da Banda promove socialização para crianças e adolescentes
1 de abril de 2017 368 Visualizações

Som da Banda promove socialização para crianças e adolescentes

Há 14 anos atuando em Maringá, disciplina e trabalho em grupo são os objetivos do projeto

Em 2003, e com apenas 25 alunos, o projeto Som da Banda iniciava sua trajetória de sucesso em Maringá. Com o tempo muita coisa melhorou, entre elas a credibilidade junto a comunidade e empresas da região. A iniciativa é uma realização da Associação Cultural Banda de Música Branca da Mota Fernandes (ACBMF), do Ministério da Cultura e Governo Federal e conta com o patrocínio de diversas instituições, além do fomento à cultura do Instituto Cultural Ingá (ICI). O papel da ACBMF neste processo é – através de incentivos e benefícios à cultura legalmente previstos -, angariar recursos junto à iniciativa privada e aos órgãos governamentais, com finalidade de manutenção e ampliação do projeto.

De acordo com Graziani Moraes, regente e coordenador do Som da Banda, em 14 anos foi possível, graças à seriedade do projeto, ampliar a captação de recursos, que refletiu diretamente na expansão das atividades. “Evoluimos e melhoramos o atendimento graças à captação de recursos por meio de doações, Lei Rouanet e Fundo para Infância e adolescência (FIA). Em 2003, inicio do projeto, atendíamos 25 crianças e adolescentes, atualmente atendemos mais de 200 participantes”, descreve Moraes.

As aulas incluem o aprendizado sobre instrumentos de sopro: trompete, trombone, eufônio, trompa e tuba; instrumentos de percussão: erudita, popular e rudimentar; aulas de ginástica rítmica (GRD) e dança.

Atualmente, são quatro polos em Maringá: no Colégio João de Faria Pioli (sede), Instituto de Educação Estadual de Maringá, Programa Florescer e outro no Lar Escola da Criança de Maringá. “Um quinto polo será inaugurado em abril, em Mandaguari, por incentivo da Romagnole”, confirma Graziani.

O coordenador ainda reitera que o trabalho inclui disciplina e relacionamento em grupo, que servem para que os alunos passem a conviver melhor em sociedade. “O que precisamos apenas é que tenham interesse e compromisso com o projeto, visto que não precisam dos instrumentos para participar e nenhum tipo de custo com a inscrição. O único critério é que estejam matriculados e apresentem constantemente seus boletins”.

As inscrições tiveram início em 01/03 e vão até o final de abril. Para realizar a adesão basta comparecer em um dos polos com uma foto 3×4, cópia RG e CPF, cópia certidão de nascimento, comprovante de residência e comprovante de matrícula. Mais informações pelo telefone (44) 99953-0722

 

Som da Banda 2017 - Inscrições

Fonte: ASCOM ICI / Mobi Comunicação

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Nacional

Cinema injeta R$ 19 bilhões por ano na economia brasileira, mostra estudo inédito

Segundo levantamento, setor já gera mais vagas que o turismo Primeiro estudo sobre o impacto econômico do setor audiovisual no Brasil, a pesquisa “Contribuição econômica do setor audiovisual brasileiro” será

Nacional

Quem tem medo da crise?

por Mônica Herculano para o Cultura e Mercado O ano de 2015 não começou muito otimista para o mercado cultural, e termina com previsões ainda mais preocupantes. Cortes nos orçamentos

Notícias

Inscrições para Iberescena se encerram em 30 de setembro

A 9ª edição do programa selecionará projetos em três categorias: “Ajuda a redes, festivais e espaços cênicos para a programação de espetáculos”; “Ajuda a coprodução de espetáculos ibero-americanos de artes