4 de abril de 2017 0 219 Visualizações

Governo do Paraná anuncia mais de R$ 30 milhões para projetos culturais

O governador Beto Richa anunciou nesta segunda-feira (27) a liberação de mais de R$ 30 milhões, via renúncia fiscal, para custear os projetos do segundo edital do Programa de Fomento e Incentivo à Cultura do Paraná (Profice). Além deste investimento, o governador também informou a destinação de recursos para outros dois projetos estaduais: o Prêmio Arte Paraná e o Domingo tem Teatro. Os anúncios foram feitos durante solenidade no Palácio Iguaçu, em Curitiba, e contou com a presença do secretário de Estado da Cultura, João Luiz Fiani.

O governador disse, durante a solenidade, que tem procurado ao longo de sua vida pública fortalecer e incentivar os projetos culturais. “Fiz isso como prefeito de Curitiba, revitalizando equipamentos culturais que estavam há anos em situação precária ou fechado, como o teatro Novelas Curitibanas, e agora procuro fazer o mesmo pelo Estado”, disse. “Acredito no poder transformador da cultura, da educação, da ciência e da inovação”, acrescentou.

Richa também lembrou que o Estado só consegue fazer investimentos porque se preparou para a crise. “Se não tivéssemos feito o ajuste fiscal, não teríamos a menor condição de repassar recursos. Além do montante para a cultura, liberamos R$ 100 milhões para projetos de pesquisa nas universidades do Paraná na semana passada, contratamos três mil policias em dezembro e fomos o único Estado a dar reajuste ao funcionalismo público no ano passado”, relatou.

Funcionamento
Por meio da renúncia fiscal de ICMS, o Profice possibilita a valorização dos bens culturais, além de ações de caráter educativo para a arte e a cultura no Estado. São projetos das áreas de artes visuais, audiovisual, circo, dança, literatura, livro e leitura, música, ópera, patrimônio cultural material e imaterial, povos, comunidades tradicionais, culturas populares e teatro.

Para o presidente da Fundação Cultural de Paranavaí, Amauri Martinelli, sem o Profice teria sido impossível a realização da última edição do Festival de Música e Poesia de Paranavaí, que aconteceu em novembro de 2016. “O evento estava fadado a não acontecer, mas por conta do repasse de R$ 226 mil nós conseguimos fazer o maior festival de toda a nossa história. Recebemos representantes dos 26 estados do Brasil mais o Distrito Federal”, conta.

Incentivos
No primeiro edital do Profice, o Governo do Estado destinou R$ 25 milhões para o biênio 2016 e 2017. No total, 174 projetos foram aprovados, com propostas de realização de 341 ações culturais em 209 cidades paranaenses. Até fevereiro de 2017, 93 projetos captaram ao menos 70% do valor total que haviam solicitado, totalizando um valor de R$ 12,3 milhões.

Para o secretário de Estado da Cultura, João Luiz Fiani, os repasses para a cultura mostram a eficiência do governo estadual. “Nunca na história do Paraná tivemos tantos investimentos na área cultural. Acho que é uma quebra de paradigmas. Estamos mostrando para o mundo e para Brasil que o Paraná tem força e é um Estado pujante”, disse.

Editais
O governador também anunciou recursos para o Prêmio Arte Paraná, que seleciona e premia espetáculos prontos para circulação e apresentação. Serão R$ 900 mil em 2017 para projetos nas áreas de cinema, circo, dança, música e teatro, com previsão de 225 apresentações em todo o Estado.

Na primeira edição, que ocorreu de novembro a dezembro de 2016, foram realizadas apresentações de circo, teatro, dança e música em 67 municípios, com público de 26.152 espectadores. As apresentações aconteceram nas oito macrorregiões histórico-culturais do Estado.

Outro projeto que ganha mais investimento e será ampliado é o Domingo tem Teatro. Com R$ R$ 300 mil de investimento, a previsão é de promover 75 apresentações em 34 cidades. Em 2016 foram 24 espetáculos de teatro para crianças e adolescentes apresentados de agosto a dezembro, todos os domingos, às 11h, no Teatro Zé Maria, em Curitiba. Este ano a ideia é levar o projeto para outras cidades do Paraná.

O Domingo tem Teatro tem o objetivo de valorizar e incentivar a produção cultural dos grupos teatrais paranaenses. Destinado ao público infantojuvenil, o projeto visa garantir o acesso de crianças e adolescentes a opções de lazer e entretenimento saudáveis, de qualidade e de relevância artística.

Presenças
Participaram da solenidade a diretora-presidente do Museu Oscar Niemeyer, Juliana Vosnika; o diretor-geral da Secretaria da Cultura, Jader Alves; o diretor de relações institucionais da TV e-Paraná, Rodrigo Fornos; a diretora do Teatro Guaíra, Mônica Rischbieter; o presidente do Centro de Letras do Paraná, Ney Fernando de Azevedo; o secretário de comunicação social da Prefeitura e presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Marcello Cattani; artistas e demais autoridades.

Fonte: SEEC/AEN

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Notícias

Produtores assinam contrato Viapar Cultural 2016

Os produtores contemplados na terceira edição do Edital Viapar Cultural foram recebidos na sede da concessionária para a assinatura do contrato entre as partes. Representaram as entidades Marcelo Bulgarelli, assessor

Notícias

Consórcio possibilita criação de rede de Pontos de Cultura

A criação de consórcios públicos de cultura pode ser a solução para que pequenos municípios brasileiros criem redes de Pontos de Cultura. Uma primeira e bem-sucedida experiência nesse sentido foi

Notícias

Yamandu Costa e a magia do violão de sete cordas como você nunca viu

Instrumentista gaúcho, um dos maiores violonistas brasileiros, que acaba de vencer o 27º Prêmio da Música Brasileira se apresentará na cidade em agosto A função do sete cordas na música brasileira