Coletânea de textos teatrais será lançada neste domingo

Coletânea de textos teatrais será lançada neste domingo

Patrocinados pelo Prêmio Aniceto Matti, livros serão distribuídos gratuitamente

Neste domingo, dia 30, a atriz, diretora e professora Larissa Marega promove o lançamento da coletânea “Para ler o teatro”, projeto contemplado na categoria Leitura e Literatura do Prêmio Aniceto Matti, da Secretaria Municipal de Cultura de Maringá. O lançamento será a partir de 17h, no Teatro Calil Haddad, com entrada gratuita e várias atrações na programação, como música ao vivo, encenação e coquetel.

A coletânea “Para ler o teatro” consiste na publicação de quatro textos teatrais infanto-juvenis escritos pela autora entre 2012 e 2014 em contexto escolar. As peças chamam-se “O vilarejo”, “Flor do meu jardim”, “As três mosqueteiras e o intruso bonachão” e “Branca de Noiva” e estarão organizadas em uma caixa box. O projeto prevê a distribuição gratuita de 600 exemplares.

Segundo a autora, a inspiração que a faz escrever acompanha o desejo de contribuir com a cultura local, no sentido de impulsionar esse gênero de tradição milenar, gênero que merece ser lido. “O letramento compreende a competência de reconhecer modos diversos de escrita, novas maneiras de contar uma história, novos meios de apreender sentidos”, ressalta Larissa.

Larissa acredita que o texto dramático pode desenvolver habilidades específicas, de forma a aproximar escrita e oralidade, diálogo e descrição, imaginação e criatividade, contribuindo significativamente para a formação do leitor. Além disso, a autora afirma que o gênero dramático pode constituir-se texto-base para montagens de espetáculos teatrais em várias instâncias socioculturais, por companhias amadoras e/ou profissionais, em contextos escolares ou não.

Esses são, portanto, os objetivos do projeto: viabilizar o acesso a textos teatrais, destinados a diferentes públicos (estudantes ou profissionais); promover a apreciação e o gosto pela leitura do gênero dramático; oferecer gratuitamente material literário à população de Maringá; instigar a montagem de peças de teatro, em vários contextos socioculturais e divulgar o trabalho autoral de uma escritora maringaense.

 

Sinopses das peças:

O vilarejo

Uma peça teatral dinâmica, com personagens divertidos. Ao longo da história, Aurora descobre em Heitor valores que estavam esquecidos no vilarejo. Convido você, leitor, a conhecer esta bela mensagem de amor ao próximo!

*Esta peça foi premiada no 4º Festival Regional de Teatro do Estudante de Maringá, promovido pela SEMUC, em 2012.

**Esta peça foi utilizada como intervenção didática para a tese de doutorado da autora, em 2013.

 

Flor do meu jardim

Em um reino muito, muito distante… Em um tempo muito, muito atual. Rosa é uma princesa dos dias de hoje, que vive longe de seu mundo ideal. Mas com determinação e coragem vai transformar a realidade a sua volta. Quem conta esta tragicomédia é Arabela, uma menina bem tagarela…

*A protagonista desta peça recebe o nome da avó paterna da autora, que adoeceu e faleceu no ano seguinte em que ela foi escrita.

 

As três mosqueteiras e o intruso bonachão

Uma história de suspense, humor, romance e muita ação. A releitura da obra de Alexandre Dumas ganha os palcos de teatro em uma nova versão. Agora, são três mosqueteiras que protegem a Rainha da França! Você vai se surpreender com esta trama bem-humorada e cheia de intrigas!

*Esta peça foi apresentada na 1ª Mostra de Teatro Estudantil de Maringá e Região, promovida pela Cia Forféu em parceria com o Ministério da Cultura, em 2015.

 

Branca de Noiva

Que se abram as cortinas: eis uma peça de teatro para todas as idades. Você vai se encantar com esta versão de “A Branca de Neve e os sete anões”. A história propõe uma brincadeira com o que pode ter acontecido depois do final clássico “felizes para sempre”. No lugar de anões, são anãs. No lugar da madrasta, entra a sogra. E o Príncipe deixa de ser encantado para ser enrolado… Será que vai dar casamento?

*Esta peça será apresenta no lançamento da Coletânea, dia 30 de abril, no Teatro Calil Haddad, às 17h.

 

Programação do lançamento:

 

Abertura: “A importância do teatro para crianças e jovens na escola” por Joaquim dos Santos (professor e ator)

 

Apresentação da peça “Branca de Noiva” – Grupo de Teatro Magnus

 

Distribuição do livro, sessão de autógrafos, coquetel e música ao vivo com o Trio Reserva.

 

Sobre a autora:

 

Larissa Marega nasceu em Londrina e desde pequena demonstrava paixão pelos palcos. Mudou-se para Maringá com oito anos de idade. Na escola, foi uma aluna aplicada, destacando-se por sua personalidade alegre e criativa.

Escolheu ser professora e o teatro a escolheu. Em 2005, entrou em uma trupe de teatro da cidade, a Cia Palco. Profissionalizou-se em 2008 e desde então ministra oficinas de teatro. Já produziu 35 peças, das quais 14 são de sua autoria. Dirige o grupo Teatro Magnus há oito anos, tendo sido premiada em três Festivais de Teatro Regional do Estudante promovidos pela Secretaria Municipal de Cultura, nas edições de 2010, 2011 e 2012.

Elegeu o texto dramático como objeto de pesquisa para sua tese de doutorado, defendida em 2015. É Doutora em Filologia e Língua Portuguesa pela Universidade de São Paulo (USP) e Mestre em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM).

larissamarega@hotmail.com

 

Sobre o ilustrador:

Gustavo Sabaini nasceu em Maringá e durante sua infância frequentou aulas de desenho e pintura em tela. O talento genuíno somado à técnica apreendida impulsionou sua escolha profissional. Gustavo é arquiteto e atua como diretor de criação do escritório A5 Arquitetura. Há alguns anos acompanha as montagens teatrais de Larissa Marega, desenhando e executando cenários e iluminação cênica de inúmeras peças. As ilustrações da coletânea Para Ler o Teatro marcam sua estreia nesse segmento artístico.

gustavosabaini@hotmail.com

 

banner

 

 

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Notícias

Netflix vai aumentar investimentos na produção de conteúdo brasileiro

Após uma semana nos Estados Unidos divulgando o potencial da indústria criativa brasileira, o ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, retorna ao Brasil nesta segunda-feira (6) com boas notícias para

Nacional

Eleição dos representantes do Conselho Estadual de Cultura – CONSEC

04A Secretaria de Estado da Cultura – SEEC informa que os encaminhamentos para eleição dos representantes da Sociedade Civil na composição do Conselho Estadual de Cultura – CONSEC se encontram

Notícias

O dinheiro de propina que vira arte

A exposição de obras de arte de artistas famosos como Picasso, Miró e Dalí, apreendidas em casos de lavagem de dinheiro, revela uma prática milionária no Brasil O sucesso da