Observatório 10 anos: financiamento cultural comparado

Observatório 10 anos: financiamento cultural comparado

Nos últimos 20 anos, ocorreu uma grande expansão dos mercados globais de bens, serviços e atividades simbólico-culturais, que só foi possível por causa do aumento dos investimentos públicos em cultura e do crescimento dos gastos familiares nessa área. Partindo dessa observação, o sociólogo Elder Alves, da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), em texto especial para a série comemorativa dos dez anos do Observatório Itaú Cultural, investiga as relações entre os investimentos culturais públicos e as leis de incentivo (ou modalidades semelhantes), comparando Brasil, Estados Unidos, México e países europeus.

Acesse o artigo na íntegra.

(Foto: Manuella Vavassori)

Fonte: itaucultural

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Notícias

Sebrae e Abrasel realizam Simpósio de Inteligência no Food Service

Evento vai discutir as tendências no setor e alternativas para enfrentar tempos de crise Comentários comentários

Notícias

Maringá ocupa 2º lugar, no Paraná, em captação de recursos da Lei Rouanet

Instituto Cultural Ingá é responsável por 60% da captação total da cidade. Em 2017, R$ 3.025.521,92 foram aplicados em cultura e arte Os resultados que evidenciam o bom desempenho do

Notícias

4ª Conferência Municipal de Cultura será realizada nos dias 17 e 18 de junho

A 4ª Conferência Municipal de Cultura será realizada nos dias 17 e 18 de junho, às 19 horas no primeiro dia e das 8h30 às 11h30 e 14 às 17