Observatório 10 anos: financiamento cultural comparado

Observatório 10 anos: financiamento cultural comparado

Nos últimos 20 anos, ocorreu uma grande expansão dos mercados globais de bens, serviços e atividades simbólico-culturais, que só foi possível por causa do aumento dos investimentos públicos em cultura e do crescimento dos gastos familiares nessa área. Partindo dessa observação, o sociólogo Elder Alves, da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), em texto especial para a série comemorativa dos dez anos do Observatório Itaú Cultural, investiga as relações entre os investimentos culturais públicos e as leis de incentivo (ou modalidades semelhantes), comparando Brasil, Estados Unidos, México e países europeus.

Acesse o artigo na íntegra.

(Foto: Manuella Vavassori)

Fonte: itaucultural

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Notícias

Produtores culturais selecionados no VIAPAR Cultural assinam contratos

Eles vão dividir o orçamento total de R$ 200 mil que será patrocinado pela VIAPAR ao longo de 2017  Foram assinados, na última semana em Maringá, os contratos com os

Notícias

Editais 2016 de Música e Teatro do Sesi estão com inscrições abertas

O Serviço Social da Indústria do Paraná, SESI, está recebendo inscrições para seu Edital de Seleção de Espetáculos de Teatro e Música para 2016. A data limite, que era dia

Notícias

Mais R$ 30 milhões para o audiovisual brasileiro

A Agência Nacional do Cinema (Ancine), instituição vinculada ao Ministério da Cultura (MinC), e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) divulgaram nesta sexta-feira (29) o resultado final