Formação para jovens na área cultural

Formação para jovens na área cultural

O Departamento de Estratégia Produtiva do Ministério da Cultura (MinC), informou que serão disponibilizadas cerca de 20 mil vagas para formação na área cultural dentro do programa Mediotec, um braço do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), recém- lançado pelo Ministério da Educação (MEC)

O programa é destinado a oferecer formação técnica e profissional a estudantes do Ensino Médio das redes públicas estaduais e terá cursos no campo da cultura.

As vagas serão distribuídas em aproximadamente 30 cursos com duração de um ano e meio a dois anos.

A ideia é que o Mediotec 2017 disponibilize uma formação técnica e profissional de forma integrada aos ensinos já fornecidos normalmente no ensino médio – que deverá ser feito em tempo integral.

Inicialmente, serão apresentados cursos técnicos nas seguintes áreas:

Arte Circense, Arte Dramática, Artes Visuais, Artesanato, Canto, Cenografia, Composição e Arranjo, Comunicação Visual, Conservação e Restauro, Dança, Design de Calçados, Design de Embalagens, Design de Interiores, Design de Joias, Design de Móveis, Documentação Musical, Fabricação de Instrumentos Musicais, Instrumento Musical, Modelagem do Vestuário, Multimídia, Museologia, Paisagismo, Processos Fonográficos, Processos Fotográficos, Processos Gráficos, Produção de Áudio e Vídeo, Produção de Moda, Publicidade, Rádio e Televisão e Regência.

Para mais informações fique atento ao site do MINC.

 

Fonte: Cultura e Mercado

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Nacional

“Yamandú Costa é um Caravaggio do sete-cordas”

ARTHUR NESTROVSKI ARTICULISTA DA FOLHA Lá pela quarta música, a gente começa a achar tudo aquilo normal. Mas não é: só Yamandú toca esse instrumento, que ainda não tem nome.

Notícias

Empresas de games e softwares precisam trabalhar em conjunto, afirma especialista

Realizada pelo Instituto Cultural Ingá e Software By Maringá, palestra sobre o mercado brasileiro de games propõe sincronismo entre áreas. Atualmente, o segmento de jogos conta com recursos da Lei

Local

“A cultura não é encarada como prioridade”, afirma Eduardo Saron, diretor superintendente do Itaú Cultural, em Maringá

Durante palestra em Maringá, o diretor superintendente do Itaú Cultural, Eduardo Saron abordou pontos importantes sobre o mercado artístico e cultural. O encontro com os produtores culturais e artistas de