Quem te inspira?

Arieta Arruda, Farol das Ideias

 

Vamos falar sobre pessoas. Daquelas pessoas que nos inspiram, que levam nosso olhar sobre a vida à frente, que nos encorajam, que nos transportam para um estado de empoderamento. Que nos despertam o nosso melhor lado.

Responda rápido: Qual é a pessoa que mais te inspirou nos últimos dias? (Pode ser artista, familiar, profissional da sua área). É bom ficar bem pertinho dessa pessoa sempre.

Já reparou como tem gente que consegue essa proeza de nos levantar o astral?

Pois é, não é à toa. Possivelmente, essas pessoas não nasceram com um “dom” especial/genial/sobre humano, elas simplesmente aprenderem a ser assim ao longo da vida por perceberem (estudarem, compreenderem a vida e testarem) que isso nos faz mais felizes. Traz felicidade para quem pratica essas habilidades e para quem convive com estas pessoas.

E quais são essas habilidades? Já digo de antemão que são habilidades dos melhores profissionais do futuro. Serão exigidas pelas empresas e pelo mundo do empreendedorismo a partir dos próximos 10 anos.

Pessoas que nos inspiram são como FARÓIS dos novos tempos, pois elas nos apontam o quanto podemos ir mais longe, com:

1 – Criatividade;

2 – Resiliência;

3 – Relacionamento interpessoal;

4 – Empatia.

Existem diversas pesquisas que apontam para estas quatro direções. Se você olhar de pertinho essas pessoas que nos inspiram, possivelmente elas terão essas competências emocionais fundamentais para estar bem consigo mesmo e com o mundo.

1 – Criar uma realidade para você e para os outros = CRIATIVIDADE;

2 – Resistir aos desafios que a vida certamente vai te colocar e superá-los = RESILIÊNCIA;

3 – Saber compreender a comunicação verbal e não verbal, saber ouvir ativamente e estabelecer relações saudáveis entre nós e os outros = INTERPESSOAL;

4- Olhar para os outros como parte de nós mesmos, entendendo que estamos interconectados intimamente = EMPATIA.

Como desenvolver? Essas habilidades são adquiridas por meio de aprendizado, observação, treino. Bobagem a gente achar que ou nasce ou não nasce. Tudo isso podemos aprender. Até aprender a amar, a ter compaixão, a ser mais paciente etc…

Assim também podemos ser mais criativos (EXISTE SEMPRE UM NOVO CAMINHO), mais resilientes (NÃO DESISTA AGORA), mais habilidosos para ouvir e ser ouvido em relações mais bacanas para os dois lados (RELAÇÃO GANHA-GANHA) e podemos olhar para o outro como parte de nós mesmos (CONEXÃO).

Fácil não é, mas é possível. Bora começar?

 

secretariados

 

 

* Arieta Arruda, diretora de navegação da Farol das Ideias e morando em Auckland, na Nova Zelândia. Sou especialista em Gestão da Criatividade e Inovação. Estudiosa sobre Liderança feminina, Empreendedorismo e Empreendedorismo social, Ferramentas práticas para inovar, Como escalar e inovar em seu negócio (UFPR, USP, Israel Institute of Technology, PUCPR e University of Maryland). Blogueira sobre Comportamento e Criatividade no Blog: Caçadora de Emoção.

Autora do E-book: Farol das Ideias, onde desenvolveu a ferramenta exclusiva Core Criativo. https://pages.hotmart.com/k4673988h/farol-das-ideias-descubra-o-seu-core-criativo-e-guie-sua-criatividade/

 

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Notícias

Maringá + Criativa apresenta seus resultados

Ativos criativos da gastronomia, cultura, turismo e lazer apontados na pesquisa serão disponibilizados em site interativo Por aproximadamente dois meses os maringaenses tiveram a chance de apontar quais são os principais ativos

Notícias

Salão Paranaense abre sua 66ª edição no Museu Oscar Niemeyer

A 66ª edição do Salão Paranaense, um dos mais importantes eventos de artes visuais do país, abre no dia 8 de junho, quinta, às 19h, no Museu Oscar Niemeyer (MON).

Local

2ª edição do Magias do Ingá acontece neste final de semana

Atrações nacionais e internacionais se apresentarão em Maringá, cidade que agora integra a rota dos grandes festivais de mágica   A poucos dias da 2ª edição do Festival de Mágica