Oficina vai desvendar o caminho da teoria à prática na Lei Rouanet

Oficina vai desvendar o caminho da teoria à prática na Lei Rouanet

Evento de formação oferecido pelo Instituto Cultural Ingá será ministrado por Edson Pereira, nos dias 10 e 24 de setembro

Quem acredita na preservação da cultura e nas manifestações artísticas como instrumentos de transformação social, sabe muito bem a importância que a Lei Rouanet tem no atual contexto brasileiro. A isenção e correta aplicação desse mecanismo, no entanto, depende de uma série de regras e normas que devem ser respeitadas desde o momento de inscrição do projeto até a prestação de contas. São essas regras que o vice-presidente do Instituto Cultural Ingá, Edson Pereira, vai apresentar e detalhar na oficina técnica “Lei Rouanet: da teoria à prática”.

“As pessoas que buscam as oficinas, já de antemão, têm noção do que seja a Lei Rouanet, e buscam mais conhecimento na forma de sua utilização. As oficinas são um dos caminhos para dirimir dúvidas”, explica Edson, lembrando que as dúvidas e polêmicas a respeito desse que é o maior mecanismo de financiamento à cultura do nosso país fica mesmo para a parcela da população que tem, através da mídia, o único contato com todo o processo.

Os encontros serão em dois finais de semana, 10 e 24 de setembro, das 8h às 17h (com horário de almoço, no Centro de Treinamentos da ACIM (Associação Comercial e Empresarial de Maringá). A oficina “Lei Rouanet: da teoria à prática” terá como subtema “Oportunidades do mercado cultural: detalhes do passo a passo para elaborar projetos junto ao Ministério da Cultura”.

De acordo com Edson, muitos dos artistas e produtores que escolhem esse mecanismo de renúncia fiscal para viabilizar seus projetos até têm grandes ideias para sua execução, mas pecam na hora de fazer a correta utilização do recurso captado. “Tudo o que foi planejado pode ter mudanças. Algumas podem ser diretas por parte de quem executa e outras necessitam da aprovação do Ministério da Cultura. Às vezes falta um pouco de atenção entre o que foi planejado e o que está sendo executado”, completa, adiantando um dos conselhos que estarão na oficina “Cautela sempre”.

 

Momento propício

“Em 2016, a Rouanet completa 25 anos de atividades. Em meio a tantas polêmicas e notícias negativas que envolvem a lei, não podemos desconsiderar a sua importância para o setor cultural, que vai muito além do financiamento. Nestes anos acompanhamos o aumento da oferta de produtos e eventos culturais, a democratização do acesso a cultura, a maior profissionalização e formalização dos agentes culturais, e um setor engajado em aprimorar o mecanismo existente. A Lei Rouanet é muito maior do que as manchetes dos noticiários, é uma importante opção de financiamento à cultura que auxilia artistas, produtores e instituições a estruturarem e viabilizarem seus projetos. A melhor forma de atuar na área e participar do desenvolvimento do setor é conhecer como ela funciona.”

Camila Alves, Consultora e Gestora cultural

 

Serviço:

Oficina “Lei Rouanet: da teoria à prática”

10 e 24 de setembro

Centro de treinamentos da ACIM

Investimento: R$ 190

inscrições: treinamento1@acim.com.br

(44) 3025-9595

 

LEI ROUANET_AGO_16

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Notícias

Ancine abre chamadas públicas para projetos de cinema e TV

A Ancine e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) anunciaram nesta quinta-feira (2/6) o lançamento das Chamadas Públicas PRODAV 02/2016, de seleção de propostas de programação destinadas

Nacional

Espetáculo Ritmos e Manifestações afro-brasileiras com Dinho Nascimento

O Centro Cultural Sucena é uma instituição cultural, social e desportiva, que atua em Maringá, desde 1989, sendo um dos grupos mais tracionais em divulgar  a cultura afro-brasileira, atualmente o grupo

Notícias

Deixe as luzes da cidade te levarem até o Auto de Natal

Releitura do nascimento de Jesus ganha cenário, cores e personagens típicos da história de Maringá e região Enquanto a cidade se enfeita de luzes para receber o final de ano,