Paraenses fazem financiamento coletivo para super-heróis indígenas

Paraenses fazem financiamento coletivo para super-heróis indígenas

‘Esquadrão Amazônia’ é uma equipe inspirada no norte do Brasil. Criada por Joe Bennett, revista terá roteiros de Alan Yango

Os quadrinhistas paraenses Joe Bennett e Alan Yango abriram um projeto de financiamento coletivo na internet para publicar uma história em quadrinhos de super-heróis com personagens inspirados no folclore regional, o Esquadrão Amazônia.

Orçada em R$ 16 mil, a revista terá 40 páginas coloridas, trazendo a primeira parte de uma aventura da equipe comandada pelo índio Açu contra invasores alienígenas. Segundo os autores, a ideia é que este arco de história seja concluído com a publicação de uma segunda revista também financiada pelos internautas e, caso a iniciativa tenha boa aceitação, o esquadrão passe a ter uma série regular.

“A presente campanha é para a 1ª edição da revista, cujo arco fecharemos em uma segunda campanha. A história está fantástica e com certeza vai prender o leitor. Pretendemos mostrar que podemos sim fazer quadrinhos de heróis no Brasil. Outros arcos já estão nos planos, mas como não podemos colocar o carro na frente dos bois, o foco é trabalhar ferrenhamente para que este projeto dê certo”, disse Alan Yango, que assina os roteiros.

“Nesta primeira graphic novel não existe uma vilão propriamente dito. Não no nivel clássico da coisa, como o Lex Luthor ou o Doutor Destino…a situação é mais de um perigo que vem do espaço”, disse o desenhista Joe Bennet. “Mas futuramente o grande vilão vai se apresentar, e não é nenhum super ser. Será um homem comum, com muito poder nas mãos”, destaca.

Continue lendo clicando aqui.

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Notícias

Startups Connected seleciona iniciativas inovadoras em cultura

Com o crescimento da utilização do modelo de inovação aberta, empresas de grande porte e startups se aproximam cada vez mais. Neste contexto, a Câmara Brasil-Alemanha lança, em comemoração ao

Nacional

Fim do MinC: retrocesso histórico

Ao que parece eliminar o Ministério da Cultura já se confirma como um dos primeiro atos do governo Temer… sem debate ou consulta, uma canetada promove hoje um retrocesso de

Nacional

Museu da Língua Portuguesa em São Paulo deve ser reaberto

Projeto de reconstrução do local, atingido por um incêndio, começa nesta segunda O Museu da Língua Portuguesa, atingido por um incêndio em dezembro, deverá ser reaberto em 2018. O projeto