Empresários de Maringá conquistam Selo de Qualidade no Turismo
11 de março de 2016 1089 Visualizações

Empresários de Maringá conquistam Selo de Qualidade no Turismo

Lançado no ano passado, o Programa Selo de Qualidade no Turismo do Paraná, iniciativa do Sebrae/PR, contribui para a melhoria da qualidade de produtos e serviços do setor

O Programa Selo de Qualidade no Turismo do Paraná, lançado pelo Sebrae/PR no último ano, tem incentivado inúmeras empresas maringaenses dos segmentos hoteleiro e de gastronomia com interesse turístico a investir na gestão e na excelência dos seus serviços. No próximo dia 11, durante o Salão Paranaense de Turismo, 13 empresas de Maringá e região, entre restaurantes e meios de hospedagem, que atingiram os parâmetros de qualidade, serão certificadas.

Dentre os empresários que receberão o Selo está David Ferreira Alves, proprietário de uma panificadora no centro da cidade, que além de uma padaria convencional, atende eventos e oferece produtos que atraem os turistas de negócios. O empreendedor conta que além de ter um referencial de qualidade, ele buscava uma gestão eficiente, sustentável e humanizada. “Hoje a empresa está mais sólida, alinhada e eficiente, na gestão de pessoas e nas finanças, estou começando a colher os frutos”, diz.

Após conquistar o Selo de Qualidade 2015, David relata que os planos  não param por aí, ele quer ir além. “Vou deixá-lo em destaque para que os clientes vejam, além de usá-lo em peças de publicidade. Depois, vou em busca de mais melhorias e dos selos dos anos seguintes”, planeja o empresário.

Outro bom exemplo vem do hotel de Erasmo Ramos. No início de 2015, o empreendimento estava na 12ª posição na categoria de hotéis de Maringá, do ranking avaliativo do TripAdvisor, ferramenta que compila referências e avaliações do setor do turismo mundial. Com o trabalho desenvolvido para a conquista do selo de qualidade do Sebrae/PR, o hotel subiu para a 6ª posição, gerando assim duas grandes conquistas para o empreendedor.

A consultora do Sebrae/PR, Patrícia Valente Santini, responsável pelo Projeto de Turismo MICE Maringá e pela certificação do selo na região, explica que o Programa serve para ajudar na profissionalização dos negócios e dos empresários. “O selo contempla tanto requisitos legais, atendimento, infraestrutura e metodologias como o MEG [Modelo de Excelência em Gestão] da Fundação Nacional da Qualidade. A iniciativa agrega valor e competência aos negócios, resultando em oportunidades de desenvolvimento, inovação e crescimento”, afirma.

Patrícia Santini explica que o nível de exigência dos consumidores por serviços qualificados é cada vez maior. “A qualidade é fato de competitividade e de destaque no mercado, entre as empresas do setor. Além de todo o suporte que a solução traz, ela também objetiva reconhecer e diferenciar os estabelecimentos que oferecem um serviço de excelência e um produto de qualidade”, reforça a consultora.

Um dos objetivos do Programa do Sebrae/PR é aumentar a competitividade dos empreendimentos participantes, por meio da busca pela excelência e diferenciais de produtos e serviços. Outro desafio é garantir mais segurança e mais confiança dos clientes e potenciais clientes que consomem os serviços e produtos e o turismo.

A participação e a dedicação dos empresários foi bastante intensa durante todo o processo. “Todos estão animados e em busca de melhorias para seus negócios, visando à profissionalização, visto que os turistas de negócios e eventos, parte importante da vocação de nossa cidade para esse segmento de turismo, são mais exigentes e têm necessidades específicas. Para a obtenção do Selo era preciso que os empresários atingissem ao menos 80% das etapas avaliativas, isso exigiu mesmo muita dedicação e a aplicação de esforços”, complementa.

 

O Programa

O Selo Qualidade do Turismo no Paraná é realizado pelo Sebrae/PR com o apoio da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Paraná (ABIH-PR), da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes do Paraná (Abrasel-PR), da Federação de Convention & Visitors Bureaux do Estado do Paraná (FCVB-PR), da Paraná Turismo e do Instituto de Pesquisas do Paraná (Tecpar).

O selo terá validade de um ano. O processo de avaliação consistiu no Diagnóstico MEG, no Turista Oculto e na aplicação do diagnóstico de qualidade. Após a coleta dos resultados, o Sebrae/PR deu início a etapa de devolução dos resultados e construção dos planos de melhorias, que foram customizados caso a caso.

Depois, o próximo passo envolveu implantações dos planos de melhorias. Só então, após as novas implementações, é que o Tecpar  fez a sua avaliação para conferir a qualidade dos serviços e produtos do empreendimento. Com o parecer final da entidade, o resultado foi validado pelo comitê gestor do Programa. As empresas que atingiram os resultados receberão o selo em uma cerimônia de certificação em Curitiba, durante o Salão Paranaense de Turismo, nesta sexta-feira, dia  11.

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Local

Prazo para inscrições no Edital Tupiniquim é prorrogado

Produtores cinematográficos tem até o dia 30 de março para garantir participação A Mostra de Cinema Tupiniquim – Etapa Paraná tem o objetivo de selecionar projetos de audiovisual, tanto aqueles

Nacional

Memórias capitais, um passeio pelo relevo cultural de cada estado

Projeto que tem o apoio do Itaú Cultural apresenta lembranças das capitais brasileiras a partir do olhar de artistas que lá nasceram A diversidade cultural brasileira é, sem sombra de

Notícias

Prêmio Brasil Fotografia abre inscrições

Estão abertas até 13 de dezembro as inscrições para o Prêmio Brasil Fotografia. Criado em 2000 pela Porto Seguro, o prêmio foi estruturado para funcionar como um canal de apresentação