Maringá + Criativa apresenta seus resultados

Maringá + Criativa apresenta seus resultados

Ativos criativos da gastronomia, cultura, turismo e lazer apontados na pesquisa serão disponibilizados em site interativo

Por aproximadamente dois meses os maringaenses tiveram a chance de apontar quais são os principais ativos criativos a serem explorados por Maringá. As questões do formulário disponibilizado buscaram conhecer mais desde aspectos estruturais dos bairros (praças, arborização, ambientes para atividade física) até elementos de destaque da gastronomia e do turismo da cidade. As respostas serão disponibilizadas nessa sexta-feira (12), na forma de um site informativo, que também permite a interação com o público leitor: www.maringamaiscriativa.com.br.

O projeto, que teve início em agosto do ano passado por meio da organização do Instituto Cultural Ingá (ICI), SEBRAE, Acim (Associação Comercial e Empresarial de Maringá), Prefeitura de Maringá, Retur (Rede de Turismo Regional), Sivamar (Sindicato dos Lojistas do Comércio e do Comércio Varejista de Maringá e Região), Maringá e Região Convention & Visitors Bureau, Empreender e Descubra Maringá, além do apoio de O Diário, Clube do Assinante, Grupo Maringá de Comunicação (Mix FM, Maringá FM e CBN Maringá) e das agências parceiras VQV e Sol Propaganda. A pesquisa foi disponibilizada via e-mail e facebook, com coleta de dados feita entre 21 de agosto a 30 de setembro, obtendo 313 respostas que foram auditadas pelo Depea (Departamento de Pesquisas e Estatísticas da ACIM).

“O mais interessante é que a pesquisa quebrou alguns paradigmas e mostrou que é preciso conversar com a comunidade, perguntar o que ela pensa e consome da cidade”, destaca o presidente do Instituto Cultural Ingá, Orlando Chiqueto Rodrigues. Segundo ele, os resultados que destacam os hábitos de consumo são informações fundamentais pra quem quer empreender. “A pesquisa nos dá uma visão do maringaense enquanto consumidor e gera inúmeras oportunidades para quem souber utilizar delas”. Além da publicação no site, a equipe técnica das entidades organizadoras vai realizar reuniões pontuais para apresentar os resultados aos parceiros e outras instituições interessadas.

Patrícia Valente, gestora do projeto de Turismo de Maringá, desenvolvido pelo SEBRAE, o Maringá+Criativa é “um processo de reconhecimento do que temos de diferencial. Este é o primeiro passo para que possamos usar isso como produto da cidade. Com isso, agregar à Maringá um produto reconhecido pelos próprios maringaenses”.

Segundo o diretor executivo do Instituto Cultural Ingá, Miguel Fernando, a escolha por disponibilizar o conteúdo na forma de um site interativo segue o princípio inicial da pesquisa, que é colher dados e transformar em informações que possam ser utilizadas pelo poder público, iniciativa privada e criativos da cidade. “Queríamos ir além da frieza dos gráficos. Desejamos que o maringaense conheça a cidade de dentro pra fora, a partir dos diferenciais mais sensíveis que o meio urbano pode proporcionar. Para isso, alguns dados de destaque da pesquisa estão sendo trabalhados para se transformarem em vídeos e conteúdos complementares”, finaliza Fernando. A princípio, a pesquisa tem validade para dois anos.

 

Metodologia utilizada

A disponibilização do conteúdo marca o alcance da segunda etapa de uma metodologia que compreende três ações principais: pesquisar, entender e produzir. Apesar do formulário ter obtido as respostas no segundo semestre do ano passado, o trabalho de criação, curadoria e definição das questões presentes nele já faziam parte dessa estratégia que visa uma melhor utilização dos ativos criativos da cidade. As perguntas foram definidas pela equipe técnica do das entidades organizadoras do Maringá+Criativa.

As questões pontuaram diversas qualidades a serem observadas nos bairros e no centro, como a presença  de áreas verdes para lazer e prática de atividades físicas, 52%, e a enorme vantagem do cachorro-quente como candidato a prato típico da cidade, recebendo praticamente metade de todos os votos, 49%, 120 a mais que o segundo colocado, que foram o Churrasco e o Porco no Tacho, ambos com 11%. Outras informações apontadas confirmaram as expectativas, como a consolidação da Catedral como principal ponto turístico da cidade, com 52%.

Entre os que responderam as questões, 83% moram nos bairros e 17% moram no centro; 75% possuem graduação, pós ou outra titulação acadêmica; 76% possuem mais de 25 anos e se dividiram em 52% mulheres, 47% homens e 1% se reconhece de outra maneira. De acordo com a presidente da Retur Maringá (Rede de Turismo Regional), Wanda Pille, esses dados serão fundamentais para dar as coordenadas das ações empreitadas a partir de agora. “O turismo envolve e se utiliza desses propósitos, então a pesquisa vem para fortalecer e dar visibilidade, quantificando aquilo que já percebíamos, que Maringá é turística”, completa Pille.

 

Fórum Economia Criativa

De acordo com o presidente do Instituto Cultural Ingá, Orlando Chiqueto, a terceira etapa do projeto Maringá+Criativa deve propor discussões, debates e ações para otimizar a economia criativa da cidade por meio de um Fórum que deve ser realizado ainda no primeiro semestre de 2016. “Com esse evento, nosso objetivo é trazer nomes de profissionais que discutam esse tema, para que possam nos ajudar a entender como estamos, ou não, explorando as oportunidades econômicas por meio de alternativas mais criativas”, comenta Chiqueto. “Cada ação dessa contribui para consolidarmos essa visão do maringaense enquanto consumidor e agente da cultura e do turismo”, finaliza.

Fonte: ASCOM ICI.

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Notícias

FLIM contará com lançamentos de mais de 20 livros

“Lonas e memórias: a história esquecida do circo paranaense”, do Instituto Cultural Ingá, será um dos livros lançados na festa literária A 2ª Festa Literária de Maringá (FLIM), que será

Local

Lançamento da 2ª edição do livro “A história da Igreja Católica em Maringá”

Ontem, durante a reunião do Conselho de Administração da ACIM, foi lançada a 2ª edição do livro “A história da Igreja Católica em Maringá”, de autoria do pe. Orivaldo Robles.

Notícias

Prévia do Maringá Blues Festival acontece no dia 5 de dezembro com atração internacional

Reconhecido em diversas premiações, o cantor, compositor e guitarrista norte-americano Mr. Sipp traz para Maringá o autêntico blues do Mississippi O músico norte-americano Castro Coleman, conhecido nos palcos mundo afora