Comissão do Senado quer ensino obrigatório de artes visuais, teatro, música e dança

Comissão do Senado quer ensino obrigatório de artes visuais, teatro, música e dança

A Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) aprovou nesta terça-feira (23) proposta que altera a Lei de Diretrizes e Bases (LDB) no ponto referente ao ensino de artes. Pelo texto, a música, o teatro, as artes visuais e a dança serão as linguagens que constituirão o componente curricular do ensino de artes.

A matéria é proveniente de um substitutivo da Câmara dos Deputados (SCD 14/2015) a projeto de lei apresentado pelo então senador Roberto Saturnino (RJ), em 2006. Pela legislação atual, apenas a música é citada como conteúdo obrigatório, mas não exclusivo, nesse componente curricular.

O prazo para que os sistemas de ensino implantem as mudanças, incluída a formação dos professores em número suficiente para atuar na educação básica, é de cinco anos. O relator foi o senador Cristovam Buarque (PPS-DF).

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Notícias

MinC autorizou liberação de R$ 38,6 milhões para 63 espaços culturais em 2017

Garantir que a população tenha acesso a equipamentos culturais modernos e de alta qualidade foi uma das principais prioridades do Ministério da Cultura (MinC) em 2017. No ano passado, o

Nacional

Havard, ITS Rio e Uerj promovem curso online sobre direito autoral

Estão abertas as inscrições para o CopyrightX, curso gratuito online sobre direito autoral, fruto da parceria de Harvard com o ITS Rio e a Universidade Estadual do Rio de Janeiro

Local

Empresas de games e softwares precisam trabalhar em conjunto, afirma especialista

Realizada pelo Instituto Cultural Ingá e Software By Maringá, palestra sobre o mercado brasileiro de games propõe sincronismo entre áreas. Atualmente, o segmento de jogos conta com recursos da Lei