Coletânea sobre conflitos culturais é lançada na internet

Coletânea sobre conflitos culturais é lançada na internet

Já está disponível para download gratuito a coletânea de livros “Conflitos Culturais: como resolver? Como conviver?”. Organizado pelo professor doutor Francisco Humberto Cunha Filho, o material compila os artigos apresentados e defendidos durante o IV Encontro Internacional de Direitos Culturais, realizado em outubro de 2015, na capital cearense, pelo Grupo de Estudos e Pesquisas em Direitos Culturais do Programa de Pós-Graduação em Direito Constitucional da Universidade de Fortaleza (UNIFOR), com apoio, entre outros, do Ministério da Cultura.
.
No prefácio da coletânea, o professor doutor Francisco Humberto Cunha Filho defende a atualidade dos direitos culturais como solução para diversos conflitos que emergem na capital cearense, no país e no mundo. “No plano local, a Cidade de Fortaleza se dividia para proteger ou destruir um logradouro público, a Praça Portugal, situada na linha demarcatória da feição mais antiga e da mais contemporânea da urbe; no cenário nacional, tumultuados debates como o relativo à democratização e controle das estruturas responsáveis pela arrecadação e distribuição dos direitos autorais; na esfera mundial, o traumático despertar de 2015 com a saraivada bélica que ceifou a vida de muitos dos que compunham o jornal satírico francês Cherlie-Hebdo, episódio em que se confrontaram metralhadoras contra canetas, numa caricaturada e trágica representação dos conflitos culturais”, exemplifica.
.
A coletânea é composta por oito livros: Direitos Autorais e Conexos; Patrimônio Cultural; Direito, Políticas, Economia e Fomento à Cultura; Direito e Cultura; Direitos Culturais e Transversalidades; Direitos Culturais e Constituição; Direitos Culturais, Memória e Verdade; e Conflitos Culturais.
.
O conteúdo deste material foi produzido com financiamento da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FUNCAP). Também apoiaram esta realização o Ministério da Cultura (MinC), a OAB-CE e o Instituto Brasileiro de Direitos Culturais (IBDCult).

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Leia também

MinC debate novo modelo de acompanhamento de projetos

Qualificar o acompanhamento de projetos culturais apoiados por meio dos mecanismos de fomento da Lei Rouanet e tornar, por consequência, a fase de prestação de contas mais orgânica e eficiente

Artigo

Economia colaborativa traz negócios em busca de um mundo melhor

Já imaginou viver em um mundo em que a moeda vigente é a da cooperação? Então comece a visualizar esta realidade e a pensar em meios de se inserir nela;  pois pequenas

Notícias

Voluntariado e criatividade marcam Auto de Natal em Maringá

Apresentações atraem milhares de pessoas e organizadores celebram repercussão do projeto  Ao todo mais de 50 pessoas, entre voluntários e organizadores, estiveram à frente do Auto de Natal que foi