Meios virtuais, públicos reais

Meios virtuais, públicos reais

Frederico Rosas para o Cultura e Mercado

Até algum tempo atrás, quem tivesse de divulgar um evento cultural contaria basicamente com duas opções. Uma, rápida, abrangente e cara: os meios de comunicação (jornal, TV, revista). Outra, gradual, pontual e gratuita: o boca a boca. Ambas continuam a ser importantes, mas vêm sendo rapidamente preteridas por duas plataformas em que os responsáveis pelo evento podem ter papel mais ativo: a internet e as mídias sociais. Não é exagero falar em revolução.

A pesquisa Cultura em SP, realizada pela consultoria JLeiva Cultura & Esporte e pelo Datafolha, ouviu cerca de 8 mil pessoas em 21 municípios paulistas e detectou que 40% do público já usa as novas mídias como fonte de informação para escolher ou conhecer atrações culturais. O percentual só fica atrás da TV (46%): supera indicação de amigos (37%), rádios (15%), jornais (14%) e panfletos (14%).

Entre os jovens (12 a 24 anos), as plataformas modernas têm peso ainda maior: é nelas que 60% encontram notícias ou propagandas de espetáculos, bem mais que nos canais tradicionais, como TV (38%), indicação de amigos (37%) e folhetos/cartazes (17%). Em nenhuma outra faixa etária um meio concentra tantas citações. Depois desse pico, o apelo da internet e das redes sociais recua com a idade: 52% (25 a 34 anos), 36% (35 a 44 anos) e 26% (45 a 59), até chegar aos 10% entre os que têm mais de 60 anos.

 

grafico_fonte-de-informacao

Fonte: Datafolha/JLeiva, 2014. Margem de erro: 1 ponto percentual para mais ou para menos

A adesão do público aos meios eletrônicos, porém, é mais intensa do que a de produtores e equipamentos culturais. A divulgação por essa via ainda pode ser mais bem explorada, avalia o jornalista Gilberto Dimenstein, coordenador do site Catraca Livre, que reúne informações sobre opções de lazer gratuitas ou que custem até R$ 16. “Ainda há um terreno muito analógico. A comunicação digital ainda está muito longe da ideal.”

Leia a matéria completa clicando aqui.

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Notícias

Música instrumental inicia passeio pelo interior do Paraná

Produção de Paulinho Schoffen contemplada no Edital Viapar Cultural vai visitar Maringá, Nova Esperança, Paranavaí, Presidente Castelo Branco, Floresta, Arapongas, Mandaguaçu e Campo Mourão Se uma das premissas da democratização

Local

Maringá recebe Workshop de defesa pessoal para mulheres

Ação também tratará da emancipação feminina e a importância do deslocamento da mulher da posição de vítima Meditação, compartilhamento de vivência, técnicas de defesa pessoal e empoderamento feminino estão entre

Notícias

28/10 – Cinema Gourmet

Comentários comentários