Banco do Brasil consegue lucrar 18 vezes o que investe em projetos culturais

Banco do Brasil consegue lucrar 18 vezes o que investe em projetos culturais

O Branco do Brasil consegue lucrar com mídia espontânea até 18 vezes o valor que investe nos patrocínios culturais. No ano passado, o maior banco do País aportou R$ 49,3 milhões em projetos de cultura. O retorno em reportagens que mostravam a marca do banco atrelada aos eventos chegou a R$ 900 milhões, segundo estimativa de uma consultoria contratada pelo banco.

Quase a totalidade desses investimentos foi feita via Lei Rouanet. Apenas R$ 300 mil não tiveram renúncia fiscal. O valor investido é próximo do que o banco gasta por ano para a manutenção dos quatro Centro Culturais Banco do Brasil (CCBBs), em torno de R$ 50 milhÕes.

O retorno com investimento em cultura é muito superior ao que o banco consegue com patrocínios esportivos. Nos aportes em modalidades esportivas, como o vôlei, o retorno é de duas vezes o valor investido. Em alguns casos, chega a três e meio, como no handebol.

O patrocínio é usado não apenas como exposição da marca, mas também como estratégia de negócio. “temos colocado cada vez mais os centros culturais e eventos patrocinados como grandes diferenciais de relacionamento do banco com os clientes”, explica Luís Aniceto, diretor de estratégia de marca do BB. “Não é tão simples executar com maestria. Se der qualquer problema, podemos perder boas oportunidades de negócio.

O BB abriu edital de sessão de espaço dos quatro CCBBs, pela qual é possível utilizar a estrutura física de uma das quatro unidades – Belo Horizonte, Brasília, Rio e São Paulo – para apresentção de projetos. Em 2014, as quatro unidades receberam 2,3 milhões de visitantes. Até agosto deste ano, o público já era de 3,5 milhões.

Ao mesmo tempo, também está aberto o edital para seleção de projetos que querem ter o patrocínio do banco em todo o País. Neste caso, as propostas selecionadas contam com o apoio financeiro do BB para execução dos projetos – não apenas de culturais, mas também ambientais, sociais, esportivos e de negócios. No ano passado, o BB recebeu 7.670 inscrições, foram selecionadas 404 proposta em que o banco investiu cerca de R$ 3 milhÕes na soma total.

 

Confira a matéria completa clicando aqui.

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Notícias

Viapar Cultural já disponibilizou mais de R$ 800 mil em patrocínios culturais

Iniciativa tem como princípio valorizar a produção cultural regional e oferecer oportunidade de crescimento ao setor Há quatro anos o Viapar Cultural é promovido nas regiões norte, noroeste e oeste

Notícias

Cândido de outubro revisita a vida e obra de Monteiro Lobato

A edição de outubro do jornal Cândido, editado mensalmente pela Biblioteca Pública do Paraná, revisita a obra e as polêmicas que envolveram a vida do escritor Monteiro Lobato, considerado o fundador da literatura

Notícias

ELAS & BEATLES

Como parte das comemorações pelos dez anos de atuação na cena maringaense, o Cottonet-Clube realiza o espetáculo “Elas & Beatles”, trazendo a obra do “fab four” interpretada pelas vozes de