Storytelling para projetos culturais

Abundância de informação gera escassez de atenção. Herbert Simon, economista e ganhador de um Nobel, apresentou esse conceito em 1971. Mais de 40 anos depois, isso tornou-se ainda mais válido. Com a ascensão da internet nos últimos 15 anos, produzir conteúdo nunca foi tão fácil. Para o bem e para o mal, já que à medida em que somos inundados por novas informações, o resultado é que temos cada vez menos tempo para consumi-las.

É nesse contexto que o storytelling desperta cada vez mais o interesse de profissionais que tenham desafios de comunicação pela frente, sejam executivos, publicitários, produtores culturais ou qualquer um que precise vender algo a algum público.

Uma história bem contada não só tem o poder de capturar a atenção do público, como é capaz de transmitir conhecimento, gerar significado e engajar o público em uma determina direção.

 

Leia o texto completo clicando aqui.

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Nacional

11 editais do MinC têm cotas para negros, indígenas e mulheres

#AudiovisualGeraFuturo é o maior em termos de volume de recursos e de projetos O programa Audiovisual Gera Futuro, lançado em fevereiro, em Brasília, disponibiliza R$ 80 milhões para cerca de

Nacional

Encontro global Emergências reúne pensadores no Rio de Janeiro

Pensar a cultura como ativadora de processos na conquista de direitos civis, políticos, sociais, econômicos e ambientais. Esse é o objetivo central do Emergências, projeto realizado pelo Ministério da Cultura

Nacional

Maringá receberá sua primeira edição do TEDx em julho

Com o tema “Quebrando barreiras”, o evento será realizado no dia 26 de julho e contará com speakers locais e convidados É praticamente impossível fazer uma busca na internet por

0 comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comentar!