O papel do marketing cinematográfico

Balanço de acompanhamento de mercado da Agência Nacional do Cinema (Ancine) divulgado nesta quinta-feira (20/8) indica que o público das salas brasileiras segue em trajetória de alta, somando 90,4 milhões de espectadores no 1º semestre – um crescimento de 12% na comparação com os seis primeiros meses de 2014.

A arrecadação das bilheterias aumentou 19,3% na comparação com o 1º semestre de 2014, alcançando R$ 1,22 bilhões com um total de 436 títulos exibidos. O paíse ganhou ainda 25 novos complexos cinematográficos este ano, totalizando 123 novas salas.

A Ancine atribui o crescimento da bilheteria em 2015 ao aumento da renda dos grandes lançamentos estrangeiros, que apresentaram crescimento de público de 19,9% em relação ao primeiro semestre de 2014. Dois blockbusters foram responsáveis, sozinhos, por quase 20 milhões de espectadores ou 24% da bilheteria de títulos estrangeiros no país: “Vingadores: A Era de Ultron” e “Velozes e Furiosos 7″. Emquanto isso, os filmes nacionais atraíram 7,4 milhões de pessoas no 1º semestre, o que corresponde a uma queda de 35,7% em relação ao mesmo período do ano passado. Em termos de arrecadação, a queda foi de 32,3%.

Leia a entrevista completa clicando aqui.

Comentários

comentários

Sobre o autor

Você também poderá gostar

Notícias

Iberescena abre seleção de projetos para 2016-2017

Estão abertas as inscrições para a convocatória 2016/2017 do Fundo de Ajuda para as Artes Cênicas Ibero-americanas (Iberescena). Com objetivo de promover a construção de um espaço cênico na região,

Nacional

Aprovados pela Lei Rouanet agora contam com o Circula Paraná

Os agentes culturais do Paraná que possuem projetos aprovados pela Lei Rouanet podem contar agora com o Circula Paraná, programa da Secretaria de Estado da Cultura (SEEC) que auxilia na

Artigo

Câmara quer “cota” de 30% para livros nacionais em vitrines de livrarias

Por Sonia Racy, para o Estadão .  Avança na Câmara um projeto que propõe uma “cota” mínima de 30% para a exposição de livros nacionais nas vitrines das livrarias. A